VISITA HIPÓCRITA A UM PRISIONEIRO, por Arnaldo Costa

Comissão de Direitos Humanos do Senado na sede da PF, ontem (17), em Curitiba (Foto: WhatsApp)

Neste Brasil, a gente tem que ver certas coisas que em outros países certamente não existam. Entre outras aberrações, vimos agora a visita de onze senadores à sala onde está o prisioneiro Luiz Inácio, na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

Digo sala, pois não se trata de um local caracterizado como xadrez ou coisa similar. Nem grade tem. Mas tem um aparelho de TV e chuveiro elétrico. Esse prisioneiro recebe concessões demais, que me desculpe o Juiz Sérgio Moro, de quem sou um admirador inconteste.

Pois bem. Esses senadores foram verificar as condições de encarceramento daquele prisioneiro. Tal diligência foi aprovada pela desacreditada Comissão de Direitos Humanos do não menos desacreditado Senado. Saíram de Brasília até Curitiba num voo da FAB (nosso dinheiro voando à toa).

Dessa comissão de frente, sete são figurinhas já marcadas (Gleisi, Lindberg, Capiberibe, Vanessa, Humberto Costa, José Pimentel e Paulo Rocha) que têm processos no STF, acusados de corrupção passiva e formação de quadrilha, entre outros crimes.

Esses “probos” parlamentares, como fieis “defensores dos direitos humanos”, foram ver as condições de encarceramento do “perseguido” prisioneiro Luiz Inácio. Devem ter feito mil perguntas sobre isso e aquilo. Como esse pessoal é “cara de pau” pode ter havido pedidos de certas concessões como banho de sol diário de duas horas, refeições vindas de certo restaurante, visitas diárias de parentes e amigos, chuveiro elétrico (isso o Moro já lhe concedeu), cama box, aparelho de som estéreo, uma dose dupla diária de boa cachaça, coletânea de livros de literatura brasileira (isso nem seria necessário já que o prisioneiro não é de ler).

Nessa visita que eles anunciaram como “inspeção” (é muita pretensão), quatro senadores foram barrados por não terem as credenciais para tal, pela Juíza responsável pela custódia do prisioneiro em questão. Entre esses, o fanfarrão Roberto Requião, ex-Governador do próprio Estado do Paraná. Quanto vexame! A palavra mais certa seria vergonha, mas esse sentimento é coisa raríssima entre políticos desse time.

E ainda teve uma senadora (não lembro seu nome) dizendo para a Imprensa que o prisioneiro estaria ocupando o seu tempo lendo livros que lhe foram enviados. Luiz Inácio lendo?

Junto com a notícia dessa visita, apareceu outra notícia dando conta de que nas proximidades daquela sede, objetos do prisioneiro haviam sido roubados de dentro de um veículo. Teriam sido um talão de cheques e o passaporte pertencentes ao Luiz Inácio. Pra que o dito prisioneiro com o seu passaporte? Será que ele pensa em fugir para a Venezuela ou Cuba? Que tal a Síria?

Perguntas que todos nós queremos ver as respostas: A Comissão de Direitos Humanos do Senado já fez visita a algum presídio onde muitos detentos ainda nem foram julgados? Algum senador ou senadora já visitou oficialmente algum presídio com superlotação?

Teve outro senador afirmando que a visita era política, pois o Luiz Inácio estava ali como um preso político. Quanta idiotice!

Gente, essa visita além de hipócrita foi mera palhaçada, e o que é mais triste, com o dinheiro público. É preciso proclamar a todos os cidadãos de bem e a todos os petistas, petralhas, comunistas e simpatizantes de que o Luiz Inácio é um prisioneiro porque foi processado, julgado e condenado em duas Instâncias com mais de 12 anos de reclusão pela prática de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, crimes típicos de bandido do “colarinho branco”.

Após a visita, a senadora Glesi leu uma carta do prisioneiro dirigida aos seus simpatizantes. E quem escreveu essa carta? O Luiz Inácio já está escrevendo uma carta? Se isso é verdade, a cadeia já está produzindo bons efeitos. E este aqui tem um bom livro pra ele ler: a Bíblia.

Essa visita mostrou algumas curiosidades:
– uma farra totalmente desnecessária;
– o nosso dinheiro foi jogado fora, mais uma vez;
– a sua maioria é formada por gente com processo no STF por corrupção e outros crimes;
– a Juíza que autorizou a visita foi enfática ao afirmar que não havia chegado a ela qualquer informação de violação de direitos de pessoas custodiadas na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba;
– foi um castigo para o próprio prisioneiro Luiz Inácio em ver tantos companheiros envolvidos em corrupção e continuam livres, e ele não;
– como não viram nada de errado, afirmaram que as condições da prisão eram razoáveis;
– abriu precedência para pedido de outras visitas, tais como de Representações da Câmara dos Deputados, das Assembleias Legislativas, das Câmaras de Vereadores, dos Centros de Direitos Humanos, enfim, onde houver um grupo de petistas e simpatizantes. Coitada da SPF em Curitiba.

Aproveito para lançar um convite a todos os familiares de detentos deste Estado e deste país. Mandem e-mails para o senador ou senadora pelo seu Estado perguntando o porquê de não ter visitado o presídio onde se encontra uma pessoa de sua família. Façam tantos quantos e-mails forem possíveis!

  • O autor é Professor de Administração Pública, Coronel da Polícia Militar, Pós-Graduado em Filosofia.

16 Comente VISITA HIPÓCRITA A UM PRISIONEIRO, por Arnaldo Costa

  1. Severino Oliveira Disse:

    Não concordo com o escárnio que em alguns momentos beiram o ódio e noutros o desprezo.

  2. Arael M. da Costa Disse:

    Bom dia, caro Cel. Arnaldo
    Efetivamente causa espécie tais procedimentos, notadamente quando vemos, como vi, em visita recente a Curitiba, os males que o comportamento desse pessoal, em seus vários níveis, causa aos, como nós, que não têm envolvimento com os fatos, apenas sofrem seus prejuízos.
    Mas, causa alegria vermos que a situação está mudando, embora lentamente. Por isto, tomo a liberdade de lhe repassar o que acabo de ler, na coluna do Cláudio Humberto.

    Jorge Oliveira

    Jornais estrangeiros agora condenam corrupção de Lula

    Rio – A imprensa estrangeira ainda tem uma visão distorcida do Brasil. Acha que isso aqui é uma selva povoada de índios, onde habitam só jacarés, macacos e outras espécies tropicais. Gosta de folclorizar os nossos costumes, mas amam o futebol, a música e as mulatas. Alguns dos seus dirigentes são tão ignorantes, que confundem o Brasil com outro país, caso do Ronald Reagan, ex-presidente do EUA, ao brindar “o povo da Bolívia” em um jantar oficial em Brasília, em 82. Pois bem, foi nesse cenário exótico que essa imprensa moldou a figura do Lula no exterior: retirante nordestino, ex-sindicalista, desbocado, analfabeto, jeito atarracado, que chegou a presidência do Brasil.

    Os jornais alimentaram essa imagem do Lula e, durante muito tempo, esconderam dos seus leitores os malfeitos dele e da sua organização criminosa, pois seus correspondentes no Brasil eram simpáticos ao PT. Ao deixar o governo, imagine!, Lula foi convidado pelo New York Time para escrever artigos semanais tal era a admiração dos seus editores pelo ex-presidente. Perdoou, inclusive, a ameaça que ele fez de expulsar um dos seus correspondentes que escreveu sobre o seu vício de beber.

    Agora a mídia americana e europeia está dando o braço a torcer e, aos poucos, diante da realidade, retrata os fatos verdadeiros que esconderam dos seus leitores e revela, sem truques, a real face de Lula e de seus asseclas. Em editoriais, eles se posicionam a favor da Lava Jato e consideram justa a prisão dele por corrupção. O NYT, por exemplo, enaltece a coragem do juiz Sérgio Moro e diz que “o Brasil tem em suas instituições os meios necessários para encarar até os mais poderosos – e populares malfeitores”. Na mesma linha, o Le Monde, um dos mais influentes jornais franceses, diz no seu editorial intitulado “A desgraça de um presidente” que “a prisão de Lula mostra que ele não está acima da lei e que não é um ato político. A Lava Jato deve continuar a combater a corrupção”.

    Até o impeachment da Dilma, a imprensa estrangeira fazia uma cobertura equivocada dos fatos políticos no Brasil. Torcia pela dupla Lula/Dilma pelo passado de ambos: um retirante e uma ex-presa política, finalmente, chegavam ao poder no Brasil dos selvagens e dos orangotangos. Até as gafes dos dois eram toleradas porque, afinal de contas, o país era governado por “trabalhadores” de esquerda, uma façanha para os padrões políticos na América do Sul, considerado o quintal do capitalismo.

    Na Europa, os jornais torciam discretamente pela permanência da Dilma no poder e condenavam as instituições de golpistas. Órgãos do governo, até então nas mãos do PT, encarregaram-se de fazer uma campanha sórdida lá fora. A ANCINE, por exemplo, a agência de cinema, antes dominada pelo PCdoB, financiou passagens para diretores e produtores de filmes medíocres, mas engajados com a causa dilmista com o objetivo de denunciar o impeachment nos festivais de cinema. Esses cineastas, a soldo do dinheiro público, eram porta-vozes do governo petista nos eventos internacionais patrocinados pela agência.

    Embaixadores brasileiros e estudantes de renomadas universidades lá fora também se juntaram a esses cineastas panfletários para falar do golpe como se não pesassem contra o PT as investigações que culminariam na descoberta da maior organização criminosa do país. Demorou para que os correspondentes estrangeiros deixassem suas paixões de lado para escrever com imparcialidade sobre a Lava Jato. O resultado disso é o convite das universidades hoje para que juízes e procuradores falem sobre a operação nas universidades dos Estados Unidos e da Europa, antes abertas aos investigados.

    Com a prisão de Lula, os jornais estrangeiros fazem mea-culpa. Uma autocritica quando utilizam os seus editoriais para escrever que a prisão de Lula é justa pelos crimes de corrupção que ele cometeu, o que, aliás, os brasileiros também já reconheceram, segundo a última pesquisa do Datafolha, quando aprovaram a prisão. Não à toa, outro jornal norte-americano, o Washington Post, no seu editorial, também apoia a prisão do Lula, fala da prisão de mais de 120 pessoas na Lava Jato e do êxito do combate a corrupção no Brasil.

    Enfim, o mundo se curva aos fatos.

    • RADAR Disse:

      Arael, pior é sabermos, que essa turma de desocupados estão no Paraná, voaram para o Paraná, com diárias pagas e passagens aéreas pagas com o nosso dinheiro. E ainda receberão seus salários integralmente.

      Enquanto isso, se você faltar um dia de trabalho na atividade privada, sem se justificar, vai prá rua e tem dia descontado.

      UMA VERGONHA !

  3. Dalmo Oliveira da Silva Disse:

    Rubão, meu amigo, a coluna perde credibilidade abrindo espaço para uma opinião desse tipo! É possível perceber o ódio exalando dos teclados do Dr. Arnaldo!!

    • Grato, amigo. Espaço aberto para todos, de todas as tendências e correntes de pensamento. Aguardo o seu contraponto.

      • Sebastião Feliciano Dias Disse:

        Com todo o respeitto,que chego a presença de Vossa exelencia,Sr Magistrado e Juiz DrSergio Mora com muito respeito que chego a presença de Vossaexellencia,para comentar,algo que eu penço, commo fica o caso dos medralhõs do PMDB e do PSDB,aprontam nada acontei,com eles e a Rede Gllobo que comanda doda frocatua,só uma coisinha pergunto com todo respeito,nesta prissão de luiz Inacio Lula da Silva,Vossa exelencia não acha isto foi com muito rigor,emquantto as coiss erradas esta acontecendo ,em nossas caras e passa impune ,para incerrar os Cidadão que estão presos foi comprovado flaude,porque não confisca o dinheiro do suposto (roubo) desvio,termino deixando abraços de mail tima.

    • RADAR Disse:

      Dalmo, não somos abestalhados: quando vocês não tem como fazer o contraponto, aí correm a falar asneiras e tudo é ódio. É ódio não moço. Fomos roubados e você não foi não ? quebraram o Brasil, e você aonde estava ? Afirmar que ladrão petista é preso político, nos propicia um orgasmo múltiplo.

      Credibilidade essa coluna tem e tem por que garante aos seus leitores a livre manifestação e a liberdade de expressão.

      Note a besteira absurda que tu, cara pálida disse, ou seja tu não quer ouvir e nem ler a verdade que está posta no nosso País, por que tu é petista, e como todo petista tu pensa que pode cercear o direito que temos de nos manifestar, diante da roubalheira institucionalidade pelos petralhas.
      Tu e tua turma não pensam no Brasil. Sugiro: vai prá Cuba.

      • RADAR Disse:

        Dalmo, não somos analfabetos. Não confunda indignação com ódio. Não somos nós outros que estamos nas ruas invadindo prédios e depredando o patrimônio Público.

  4. RADAR Disse:

    Guardemos essa fotografia, Caro Arnaldo. Os petralhas reunidos numa só foto, visitando o chefe da quadrilha num presídio.

    Em outubro, operação lava votos ! Fora traidores da Pátria, traidores do Povo Brasileiro; ladravazes sem vergonha ! Comunistas e socialistas de sí mesmo !

  5. Joseley Lira Disse:

    Sinceramente, o espaço é aberto a todos.. Respeito a opinião de todos, embora não concorde com o pensamento acima.. Até porque estão se atendo a uma situação um tanto quanto confusa, já existe uma condenação sem provas, aliás os últimos fatos ao que parece torna o caso ainda mais nebuloso e emblemático, quando nos autos se falam em coisas que na realidade inexistem.. Portanto, esse processo está contaminado pela seletividade e outros interesses. Acho que deveria ser anulado pelo STF por vícios insanáveis. Esse é o nosso entendimento.

    • RADAR Disse:

      Joseley, tu leu o processo !? Tu conhece o trabalho sério da nossa Justiça Federal ? Tu conhece as provas carreadas ao processo ? Tu sabe que o teu lula(corrupto de estimação) já foi absolvido em outro processo ?

      Aprenda, não fale daquilo que vc não conhece ! Não seja um inocente útil ! Não existe seletividade, mas Justiça, sim. Quebraram o teu país e nos legaram 13 milhões de desempregados, e tu acha pouco !? Propina foi distribuída quando da compra dos caças suécos, e ao Governo de Angola. Roubaram o nosso dinheiro. O teu dinheiro. Roubaram a saúde pública, a moradia e a educação. ACORDE !?

  6. Cláudio Belmont Disse:

    Que decepção! Dando guarida a direita golpista.

    • RADAR Disse:

      Cláudio, não confunda dissimuladamente a opinião pública. Então quando se faz o contraponto aos teus corruptos de estimação, somos da direita. exercitamos o discurso do ódio é…? Somos golpistas é… ?

      Só posso dizer que vc é no mínimo um desinformado, ou um “pseudo esquerdopata ” de ocasião.

      O Brasil não precisa da direita e muito menos da esquerda, precisa das duas pernas para andar.

      Golpistas são aqueles que traíram e continuam traindo a Pátria, apoiando os saqueadores dos cofres públicos.

  7. * Essa visita não soma para a Democracia pois no Artigo 5º da C.F. de 88 diz que ……………todos somos iguais perante as Leis………….. . inclusive Lula e todos os políticos. Portanto, jamais deve haver esse tipo de privilégio numa Democracia forte.
    * O Brasil tem os mesmos costumes dos Países mais atrasados do 3º Mundo, ou seja, os eleitores tem político corrupto de estimação e o povo bate palmas, vai as ruas defender, venera, idolatra e vota nesses políticos corruptos que tiraram o pão da boca de seu filhos e denigrem a imagem do Brasil no exterior ao irem as ruas protestar contra a Justiça, a Lava Jato e as Instituições, dentre elas o MPF, a PF que estão lutando e fazendo histórico e exemplar trabalho com repercussão internacional para defender os interesses de todo o sofrido povo brasileiro.
    * Os brasileiros colocam os políticos acima dos Partidos e, com isso, enfraquece a nossa Democracia. Os homens passam e as instituições permanecem e os políticos gestores do momento deixam o legado de que foram aglutinadores ou dispersores do povo que governaram. Numa Democracia forte os partidos devem estar acima dos nomes dos governantes.
    * Devido a representatividade que o povo elege e reelege; com certeza, as Instituições, a Justiça e o Exército são a única e última solução para livrar nosso País do caos generalizado e evitar do Brasil se transformar numa Venezuela ou num Rio de Janeiro e salvar a nossa Democracia, a união dos brasileiros, a paz social e o nosso Pacto Federativo.
    * O Brasil tem forte semelhança com os Países africanos; pois somos um País rico e com a maior biodiversificade do Mundo; mas, no entanto, temos um povo pobre que depende da vergonhosa, humilhante, degradante, deprimente, clientelista, populista e eleitoreira Bolsa Família para terem o que comer e, a causa disso tudo é a retrograda política do Pão & Circo, a desgraça da corrupção e as oligarquias que fizeram da política uma profissão e oprimem e enfraquecem o povo.
    * Não admito, não aceito e não concebo nenhum brasileiro criticar as Instituições, a Justiça brasileira e a Lava Jato e depois sair de casa para votar num político e já foi condenado em todas as Instâncias por corrupção. Ridículo!!!

  8. RADAR Disse:

    Parabéns Floriano.

    Em outubro/2018 – OPERAÇÃO LAVA VOTO.

  9. Eudésio Estrela de Lacerda Disse:

    Devemos punir todos os corruptos, sem seletividade.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *