Deputado chama bombas de Alckimin de ‘presente de grego’

Jeová lembra que Alckmin está em campanha para presidente (Foto: Ascom/JC)

“Um presente de grego”. É como o deputado Jeová Campos (PSB) define as bombas doadas à Paraíba e estados vizinhos para elevar o curso d’água da Transposição do Rio São Francisco. A doação foi feita pelo governador Geraldo Alckmin, de São Paulo.

Segundo Jeová, o que Alckmin quer, na verdade, é fazer média com o Nordeste e melhor faria se, para muito além das bombas, pressionasse o Governo Federal, do qual é aliado, a acelerar de verdade a conclusão do Projeto de Transposição.

“Geraldo Alckmin está em campanha () Um gesto que ele deveria fazer com mais firmeza e que, de fato, ajudaria, seria exigir do governo Temer, de quem é aliado de primeira grandeza, celeridade nos 10% que faltam para conclusão das obras da Transposição”, disse o deputado.

Outro deputado que comentou a doação das bombas, mas com um toque de ironia, foi Anísio Maia (PT). “As bombas são bem vindas, mas a expertise devemos recusar”, disse, referindo-se ao fato de o grupo do governador, há 20 anos no poder, ter quase levado a maior cidade da América Latina ao colapso no abastecimento d’água.

O comentário do parlamentar tem a ver com o fato de Alckmin ter enaltecido a experiência e os conhecimentos acumulados pelo governo paulista durante o esvaziamento do Sistema Cantareira, que abastece a Grande São Paulo e teve seus reservatórios no volume morto por quase todo 2015 até fevereiro deste ano.

Segundo informou o G1PB na manhã de hoje, “os conjuntos de motobombas doados serão levados até o canteiro de obras do projeto em Floresta, em Pernambuco, onde vão elevar as águas do São Francisco para abastecer o reservatório de Mandantes, no mesmo município”. Desse ponto a água deve vir até o açude Poções, em Monteiro, e depois seguir pelo leito do Rio Paraíba até Campina Grande.

7 Comente Deputado chama bombas de Alckimin de ‘presente de grego’

  1. Primeiro a bomba não foi doada foi emprestada segundo não foi a Paraíba foi ao governo federal terceiro nós estamos precisando

  2. As obras e ações adotadas pelo governo de SP fizeram com que a população tivesse o mínimo de transtorno durante a pior seca que São Paulo já enfrentou, evitando o tão danoso rodízio. Com a crise hídrica superada aqui, o governador Geraldo Alckmin aproveita os equipamentos e tecnologia adotados para ajudar a socorrer outros Estados. Como diz o lema no brasão de São Paulo: “PRO BRASILIA FIANT EXIMIA”, que significa: pelo Brasil façam-se grandes coisas.

  3. Berilgo Disse:

    Seu PT nunca fez nada..Agora vem criticar…

  4. Luiz Ribeiro Disse:

    Todos políticos brasileiros são picaretas, não confio em nenhum.

  5. Luis Carlos Disse:

    A politica é mesmo um negócio esdruxulo. Não se faz nada sem pensar no que se vai ganhar no futuro. Quando faz, logo aparece alguém querendo abrir os olhos dos beneficiados sobre interesses velados, Como se na política isso não fosse comum. As bombas emprestadas por Alckmin pode até ser pensando nos dividendos políticos (como penso também que é) , mas é melhor do que criticar e não apresentar outra solução.Que venham as bombas e através delas as águas que certamente dará segurança e condição de planejamento futuro. “Quem tem sede quer água”, perdoe-me o trocadilho. Não é hora de discurso, palavras não enchem reservatórios e sim ação. O voto decidiremos mais tarde e já sem sede. A propósito, no momento que escrevo regozijo-me com as chuvas que caem aqui. Por fim não estou criticando ou defendendo pessoas nem partidos (os respeito), mas influenciá-los a exaltar as bombas venha de onde vierem. Estas certamente poderão bombear a água que muitos precisam, o que não podem fazer os discursos por mais verdades políticas que comuniquem.

  6. PAULO OZIRES Disse:

    ESSES MALANDROS DA ASSEMBLEIA NUNCA FIZERAM NADA QUE EFETIVAMENTE PROVIDENCIAS FOSSEM TOMADAS NO SENTIDO DE FORÇAR O GOVERNO FEDERAL OU MESMO ESTADUAL RESOLVESSE A QUESTÃO HÍDRICA DO ESTADO PRINCIPALMENTE A SITUAÇÃO DE CAMPINA GRANDE CIDADE COM MAIS DE 400,000 MIL HABITANTES, AGORA ESSES APROVEITADORES QUEREM APARECER CRITICANDO O GOVERNADOR DE SÃO PAULO QUE REALMENTE ESTÁ AJUDANDO AO ESTADO E SOMENTE O ESTADO DE SÃO PAULO TERIA ESSA CONDIÇÃO EM VIRTUDE DE JÁ TER PASSADO PELO MESMO PROBLEMA E DISPONDO DE TECNOLOGIA E EQUIPAMENTOS CARÍSSIMOS SENDO CEDIDO A PARAÍBA POR EMPRÉSTIMO. ESSES DEPUTADOS MEIA SOLA E INCOMPETENTES NÃO PERDE UMA OPORTUNIDADE PARA FAZER POLITICAGEM EM CIMA DE UM PROBLEMA TÃO SÉRIO COMO ESTAMOS PASSANDO, NÓS DE CAMPINA GRANDE SÓ TEMOS A AGRADECER AO GOVERNADOR PAULISTA.

  7. rubens figueiredo Disse:

    O prezado deputado acha que todos os projetos de políticas públicas no NE são implantados sem nenhum interesse político? O partido dele junto com o PT são Experts no assistencialismo e vem com esse argumento.A verdade é que estamos precisando e esse empréstimo (independente da intenção) é muito bem vindo. Por que o caro deputado não vai perguntar a população que está sofrendo diretamente com o racionamento de água, se eles querem ou não as instalações das bombas?. Deputado dê uma solução alternativa viável e pare de ser imbecil.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *