Em ano de eleição, PMJP chega a contratar 38 por dia

Protesto de servidores da Educação no Centro Administrativo da PMJP (Foto: Walter Paparazzo)

Protesto de servidores da Educação no Centro Administrativo da PMJP (Foto: Walter Paparazzo)

A Prefeitura de João Pessoa fechou o primeiro quadrimestre do ano gastando R$ 43.859.804,46 com 8.594 ativos, 232 inativos ou pensionistas, 887 comissionados e – acreditem! – 11.313 prestadores de serviço. Detalhe: ao final de janeiro, esses contratados ‘por excepcional interesse público’ somavam 7.856. Os dados estão disponíveis para quem quiser ver no Sagres do Tribunal de Contas do Estado (TCE),

Clique para ler mais

Folha do Estado ainda não deu as caras no Sagres em 2016

Centro Administrativo Estadual em João Pessoa (Foto: Secom-PB)

Centro Administrativo Estadual em João Pessoa (Foto: Secom-PB)

Sete meses e meio já foram gastos neste ano da graça de 2016 e das eleições municipais e no portal do Tribunal de Contas do Estado (TCE) ainda não existe um único dado sobre os gastos do Governo do Estado com os salários de servidores efetivos, comissionados, prestadores de serviço, aposentados, pensionistas Tais informações deveriam estar disponíveis no Sagres (sagres.tce.pb.gov.br) desde o final de maio passado.

Clique para ler mais

MPT: construtora não analisou risco da obra que soterrou operário em Manaíra

Paulo Germano, procurador-chefe do MPT-PB (Foto: candidonobrega.com.br)

Paulo Germano, procurador-chefe do MPT-PB (Foto: candidonobrega.com.br)

Na segunda-feira (11), mais um trabalhador perdeu a vida, vítima de acidente, em João Pessoa. O operário Ezildo Tavares foi soterrado, em seu primeiro dia de trabalho, depois que o muro da obra na qual estava trabalhando, no bairro de Manaíra, caiu sobre o seu corpo. Após tomar ciência da morte, o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba, Paulo Germano, enviou uma equipe do MPT-PB ao local e abriu um procedimento para apurar as causas da morte e quais medidas deixaram de ser adotadas.

Clique para ler mais

Procurador descarta acordo com Roberto Santiago no processo do Rio Jaguaribe

Guilherme Ferraz, Procurador da República (Foto: TRE-PB)

Guilherme Ferraz, do MPF (Foto: TRE-PB)

“O Ministério Público Federal (MPF) não pode vender a APP (Área de Proteção Permanente) ao shopping, como desejado”. A frase resume a posição do Procurador da República José Guilherme Ferraz diante de possível diálogo com Roberto Santiago, dono do Manaíra Shopping, em torno de proposta de compensação ambiental dos danos causados ao Rio Jaguaribe, de João Pessoa, por aquele empreendimento.

Clique para ler mais

Remédio excepcional: juiz ordena bloqueio imediato de conta de Estado ou prefeitura

Juiz Aluísio libera no ato alvará para o paciente sacar 'na boca do caixa' (Foto: TJPB)

Aluízio Bezerra libera no ato alvará quando há risco de morte iminente do paciente que recorre à Justiça (Foto: TJPB)

O juiz Aluízio Bezerra Filho, de João Pessoa, resolveu não mais esperar que Estado e Prefeitura da Capital providenciem – quando providenciam – a compra e o fornecimento de medicamentos especiais de uso contínuo ou de necessidade emergencial requeridos judicialmente por pacientes em estado crítico ou tratamento que de modo algum pode ser descontinuado.

Clique para ler mais

TCE também vai debater salvação da barreira do Cabo Branco

barreira do cabo branco

O Tribunal de Contas da Paraíba vai promover no próximo dia 22, a partir das 9h, em sua sala de Sessões, o “Diálogo Público Sobre a Barreira do Cabo Branco”, evento com o qual pretende reunir representações da sociedade e de organismos a exemplo do Ministério Público do Meio Ambiente, Ibama e Sudema, além de especialistas na matéria, emissários do Governo do Estado e Prefeitura de João Pessoa.

Clique para ler mais

Aumento no STF estoura limite da lei para gasto com pessoal no TJ

maranhão na ccj

Projeto causa impacto de R$ 3,8 bilhões nas contas públicas, cria um efeito de cascata salarial no Judiciário que agrava as dificuldades financeiras de estados pobres como a Paraíba, mas já tem parecer favorável do senador paraibano José Maranhão, que é relator da matéria na CCJ do Senado, comissão da qual também é presidente.

Clique para ler mais

Mico? Senadores anunciam liberação de verba já anunciada por Ministério

Cássio e Maranhão com Helder Barbalho (Foto: Ascom/CCL)

Cássio e Maranhão com Helder Barbalho (Foto: Ascom/CCL)

Os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (PMDB) anunciaram ontem (13) à tarde que conseguiram liberar, em Brasília, R$ 13 milhões do Ministério da Integração para o Governo da Paraíba construir adutoras no Vale do Piancó. Itaporanga, Pedra Branca e Nova Olinda seriam os municípios beneficiados. Os parlamentares foram recebidos em audiência pelo ministro Helder Barbalho nessa quarta-feira. Pode ser coincidência, mas

Clique para ler mais

Repórter assaltada quando fazia matéria sobre assaltos em Campina

Larissa Fernandes, vítima da violência em Campina Grande (Foto: redeglobo.globo.com)

Larissa Fernandes, vítima da violência em Campina Grande (Foto: redeglobo.globo.com)

A jornalista Larissa Fernandes, da TV Paraíba, foi assaltada ontem (13) à noite quando fazia matéria sobre a onda de assaltos que aterroriza alunos da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) na cidade que dá nome e sede à instituição. Ela se preparava para entrevistar estudantes na parada de ônibus do Campus de Bodocongó,. O ponto parece ser o preferido dos arrastões que acontecem com frequência na área. Foi lá que um assaltante arrancou o celular das mãos da repórter.

Clique para ler mais

Senado aprova reajuste de servidores federais. Agora é com Temer

Plenário do Senado Federal (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Plenário do Senado Federal (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Oito projetos que preveem reajustes salariais para servidores públicos civis e militares da União foram aprovados na tarde de ontem pelo Plenário do Senado. As matérias seguem agora para sanção presidencial. Esses aumentos foram negociados desde 2015 com o governo da presidente Dilma Rousseff, mas foram assumidos pelo presidente interino Michel Temer.

Clique para ler mais