NÃO ME TOCs (III), por José Mário Espínola

Antiga sede do Clube Cabo Branco, no Centro de João Pessoa (Foto: Acervo Mirabeau Dias)

No amplo espectro de graduação dos Transtornos Obsessivos Compulsivos (TOC) encontramos alguns que são entendidos como simples mania. Os outros são doidos, mesmo!

Clique para ler mais

NÃO ME TOCs (II), por José Mário Espínola

O poeta Caixa d’Água e o tribuno Mocidade

Embora cidade grande e capital do Estado, João Pessoa teve um rico panteão de figuras folclóricas. Portadoras de manias que podiam ser classificadas como TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) também formaram um segmento social, como nas cidades pequenas.

Clique para ler mais

NÃO ME TOCs (I), por José Mário Espínola

Agência dos Correios em Itaporanga (PB), antiga Misericórdia (Foto: arquivo de José Mário Espínola)

De médico e de louco, todos temos um pouco!

Cresci ouvindo esse ditado popular. Concordo com ele. Tanto que resolvi pô-lo em prática, sendo um pouco de cada coisa. Mas tenho as minhas reticências…

Clique para ler mais