Não virou ação penal por falta de provas, diz assessoria de Cássio

Dinheiro apreendido pela Justiça Eleitoral em 2006 no Concorde, onde funcionaria ‘comitê’ de Cássio (Foto: Fernando Caldeira)

O inquérito sobre a Operação Concorde  não foi transformado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em ação penal contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) porque até hoje, 12 anos depois de instaurado, não foram encontradas nem produzidas provas para sustentar as acusações contra o investigado.

Clique para ler mais

STF deve enviar para o TJ processo contra Cássio

Ex-governadores tucanos, a exemplo de Cássio, lideram a lista de processos a serem baixados (Foto: Agência Senado)

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de limitar o alcance do foro privilegiado deve tirar da corte pelo menos 17 processos envolvendo senadores – entre eles o paraibano Cássio Cunha Lima – que já comandaram governos estaduais. Pela nova interpretação, só os crimes exercidos durante o mandato parlamentar e que tenham relação com o cargo continuarão no Supremo.

Clique para ler mais