Aposentadorias crescem 20,6% na PB

Reforma da previdência proposta no ano passado gerou memes na Internet (Ilustração: Redes sociais)

O INSS na Paraíba diz que não foi feito estudo para confirmar os motivos do crescimento, mas a economista Zélia Almeida não tem dúvida: o medo da reforma previdenciária tem apressado as aposentadorias.

LEIA MAIS

Reforma da Previdência mantém privilégios dos políticos

Temer na companhia de quem não será afetado pelo rigor da reforma em tramitação

O discurso de Michel Temer, aposentado aos 54 anos de idade, de que a reforma da Previdência acaba com ‘privilégios’ é desmentido até mesmo por economistas – além de grandes veículos da mídia – que apoiam a proposta do governo e defendem a retirada de direitos que diferenciam algumas categorias com aposentadorias especiais.

LEIA MAIS

Frente de Juristas da Paraíba divulga manifesto contra reforma da Previdência

Manifestantes voltam às ruas dia 28 (Foto: Blog do Rildo)

A Frente de Juristas pela Democracia do Estado da Paraíba (FJD/PB) divulgou hoje (20) ‘Manifesto em Defesa da Democracia e contra a Reforma da Previdência’. Além de esclarecer pontos da reforma proposta pelo governo Temer, o documento aponta alternativas para fortalecer a Seguridade Social sem penalizar a maioria da população pelo suposto rombo nos cofres do INSS.

LEIA MAIS

Juízes e promotores discutem reforma da Previdência em JP

Paulo Penteado, o palestrante (Foto: AMMA)

O Promotor de Justiça Paulo Penteado Teixeira Júnior, membro do Ministério Público do Estado de São Paulo, fará palestra sobre a Reforma da Previdência na quinta-feira (6), às 18h, no auditório do Fórum Cível Desembargador Mário Moacyr Porto, localizado em João Pessoa/PB. Ele vai abordar as mudanças previstas na PEC 287, que afeta diretamente a aposentadoria dos trabalhadores.

LEIA MAIS

Oficiais de Justiça promovem debate sobre reforma da Previdência

A Associação dos Oficiais de Justiça Avaliadores na Paraíba (Assoja-PB) promove na tarde desta segunda-feira (27), no auditório da Justiça Federal em João Pessoa, palestra e debate sobre a Reforma da Previdência com a participação de especialistas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Receita Federal.

LEIA MAIS

Reforma da Previdência vai afetar economia de cidades do NE, diz Sindifisco-PB

Reforma da Previdência pode afetar a economia de cidades menores e que dependem do comércio

A Reforma da Previdência deve abalar significativamente a economia dos Estados, principalmente do Norte e Nordeste, onde em boa parte dos municípios o comércio é movimentado pelos recursos provenientes das aposentadorias e pensões de seus habitantes. É o que diz o Sindicato dos Auditores Fiscais da Paraíba (Sindifisco-PB) em nota divulgada no último sábado (25). Para o sindicato, esse é apenas um dos efeitos nocivos da PEC 287/2016 de Michel Temer.  LEIA MAIS

Jurista aponta injustiça social na proposta de reforma da Previdência

André Luiz Moro

Com a volta dos trabalhos legislativos neste mês, um dos temas que segue de forma acelerada em Brasília é a Proposta de Emenda Constitucional que reforma a Previdência Social (PEC 287/2016). Enviada pelo governo Temer ao Congresso Nacional no início de dezembro, para avaliar a PEC foi criada uma comissão especial. O objetivo é que a votação seja definida ainda no primeiro semestre.

LEIA MAIS

Entidades da Paraíba mobilizam 5 mil agricultores em protesto contra reforma da Previdência

Federação dos Trabalhadores Rurais da Paraíba (Fetag) e pelo menos 200 sindicatos de trabalhadores rurais anunciaram hoje (16) que mais de 5 mil agricultores de todo o Estado ocuparão as ruas do centro de João Pessoa nesta sexta-feira (17) em protesto contra a Reforma da Previdência.

LEIA MAIS

Presídio do Róger terá novo pavilhão para abrigar 150 presos

Róger: Novo pavilhão para 150 presos será construído na unidade (Foto: Walter Paparazzo)

Em meio à crise do sistema penitenciário brasileiro, que virou assunto do momento, o Presídio Desembargador Flósculo da Nóbrega, o Róger, em João Pessoa, vai ganhar mais um pavilhão com capacidade de abrigar 150 presos. LEIA MAIS

Miudeza política de governador e prefeito empaca obras na Capital

imagem-pavilhao-do-cha

Pavilhão do Chá (Foto: PMJP)

Liminar obtida ontem (29) pelo Governo do Estado na Justiça para manter o embargo à reforma do Pavilhão do Chá, fechado há seis anos no Centro da Capital, é mais um desses episódios que dão uma boa ideia ou a dimensão mais exata da pequenez ou mesquinhez política que castiga a Paraíba há quase um século.

LEIA MAIS

Mudança da sede da Assembleia afronta o interesse público

É nesse prédio que querem colocar a Assembleia (Foto: José Marques/Secom-PB)

É na velha sede do antigo Paraiban que querem colocar a Assembleia (Foto: José Marques/Secom-PB)

Ouso estimar que mais de 99% dos paraibanos em geral e pessoenses em particular torcem para que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) mantenha na próxima terça-feira (22) a medida cautelar do conselheiro André Carlo Torres que no dia 8 de julho deste ano suspendeu licitação aberta pela Assembleia Legislativa para transferir sua sede do centro da Capital para o prédio do finado Paraiban na avenida Epitácio Pessoa.

LEIA MAIS

Mec vai bancar 9,4 mil alunos de ensino médio em tempo integral na Paraíba

saladeaula

A Paraíba vai poder matricular em 21 de suas escolas 9.450 alunos com direito a estudar em tempo integral, de acordo com o que estabelece a nova reforma do ensino médio no país. Com repasse, pelo Governo Federal, de R$ 2 mil por estudante, o Estado receberá R$ 18,9 milhões, anualmente, para bancar esses estudantes nos dois turnos, já a partir do fim do primeiro semestre de 2017.

LEIA MAIS

Professor revela que não há orçamento para reforma do ensino médio

Xavier Neto em seminário no Unipê (Foto: Arquivo/Unipê)

Xavier Neto em seminário no Unipê (Foto: Arquivo/Unipê)

O professor Lauro Pires Xavier Neto, do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), revelou ao blog nesta terça-feira (4) que não há recursos previstos no Orçamento da União de 2017 para viabilizar a reforma do ensino médio que o Governo Federal quer implantar através da Medida Provisória 746/2016.

LEIA MAIS

Professores debatem hoje em JP reforma do ensino médio

Cena de 'Tempos modernos' (Chaplin, 1936) satiriza a 'inserção no mercado' prometida pela reforma do ensino médio

Cena de ‘Tempos modernos’ (Chaplin, 1936) satiriza a ‘inserção no mercado’ prometida pela reforma

Professores de Educação Física de todo o Estado, particularmente de João Pessoa e de Campina Grande, são esperados hoje (27) à tarde na Capital para debater a reforma do ensino médio e definir estratégias de mobilização da categoria contra as mudanças a serem implementadas através de medida provisória enviada por Michel Temer ao Congresso Nacional. Um dos objetivos do governo é desobrigar as escolas de oferecerem, além de Educação Física, disciplinas como Artes, Filosofia e Sociologia.

LEIA MAIS

Wilson Filho diz que não deu aval a Temer para reformar ensino por medida provisória

Wilson Filho desmente o Estadão e defende debate sobre reforma (Foto: Arquivo/JP)

Wilson Filho desmente o Estadão e defende debate sobre reforma (Foto: Arquivo/JP)

Através de nota enviada ontem (24) ao blog, o deputado federal Wilson Filho (PTB) negou que tenha dado “aval ao presidente Michel Temer (PMDB) para tramitar a reforma do ensino médio por meio de Medida Provisória”. Com isso, desmentiu informação publicada na sexta-feira (23) pelo jornal O Estado de São Paulo. Segundo o diário paulistano, o governo Temer decidiu agilizar mudanças no segundo grau via MP após receber sinal verde do paraibano, relator da matéria na Câmara.

Temer pediu aval de Wilson Filho antes de anunciar MP que reforma ensino médio

(Foto: Arquivo/G1/O Globo)

(Foto: Arquivo/G1/O Globo)

O governo Temer decidiu agilizar a reforma do ensino através de medida provisória após receber o sinal verde do deputado Wilson Filho (PTB-PB), relator da matéria na Câmara Federal. A informação foi publicada nesta sexta-feira (23) pelo jornal O Estado de São Paulo, o Estadão.

LEIA MAIS

Entidade denuncia ao CNJ reforma do gabinete do presidente do TJPB

Desembargador Marcos Cavalcanti, presidente do TJPB (Foto: TJPB)

Desembargador Marcos Cavalcanti, presidente do TJPB (Foto: TJPB)

A Associação dos Técnicos e Analistas do Judiciário da Paraíba (ASTAJ-PB) denunciou o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Marcos Cavalcanti, no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por gastos excessivos na reforma do gabinete dele, que possui 141 metros quadrados. A entidade solicitou a abertura de Procedimento de Controle Administrativo (PCA) para apurar possíveis abusos nos gastos da reforma, que custou R$ 210 mil.

LEIA MAIS

TJ gasta mais de R$ 200 mil para reformar gabinete do presidente

A bacia sanitária custou R$ 5.863 e a cuba do lavabo, R$ 2.450

A bacia sanitária custou R$ 5.863 e a cuba do lavabo, R$ 2.450

A Associação dos Técnicos e Analistas Judiciários da Paraíba (Astaj-PB) denunciou nesta terça-feira (28) que o Tribunal de Justiça da Paraíba pagará mais de R$ 209 mil para reformar o gabinete do desembargador-presidente Marcos Cavalcanti. A reforma do gabinete presidencial, localizado no prédio sede do TJPB, em João Pessoa, consome recursos e expõe uma ostentação jamais vistos no Judiciário Estadual, diz a Astaj em matéria publicada hoje em seu portal na Internet.

LEIA MAIS

OAB-PB coleta sugestões para novo projeto de reforma política

Rubens Nóbrega

A Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB) vai promover audiência pública sobre reforma política às 18h30 da próxima quinta-feira (16), no auditório da sede da entidade em João Pessoa. O objetivo é coletar e discutir propostas e ideias que, uma vez aprovadas na reunião, serão encaminhadas ao Conselho Federal da Ordem, que está preparando novo projeto de reforma política para submetê-lo ao Congresso Nacional. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (13) pelo advogado Raoni Vita, vice-presidente da OAB-PB, ressaltando que o evento é aberto a todos que dele queiram participar.

O projeto em gestação será o terceiro que a OAB elabora e apresenta nos últimos dez anos. Em 2006, a entidade formatou e levou no ano seguinte ao Senado proposta de reforma política na qual defendia fidelidade partidária total, limitações ao financiamento de campanhas eleitorais, recall do eleitorado para tomar o mandato de maus parlamentares, prefeitos, governadores e presidentes, redução do mandato de senador de oito para quatro anos e o fim do suplente de senador.

Em 2013, articulada com a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), CUT (Central Única dos Trabalhadores) e UNE (União Nacional dos Estudantes), a OAB lançou novo projeto, dessa vez com enfoque na proibição do financiamento empresarial de campanhas eleitorais, criminalização do caixa 2 e o fim da reeleição, além de votação em dois turnos para a eleição de deputados. Tanto em 2006 como há dois anos, as contribuições da Ordem para melhorar o sistema político e eleitoral do Brasil foram ignoradas – ou engavetadas – pelos dirigentes da Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

audiência oabpb