Homicídios diminuem, mas assaltos preocupam paraibanos

Segundo o governo, número de homicídios caiu em 2016 (Foto: Walter Paparazzo)

O número de homicídios na Paraíba, segundo a Secretaria da Segurança e Defesa Social, teve uma redução de 12% no ano de 2016 em relação ao ano anterior. Seria, essa redução, a maior queda já registrada desde 2011. Um motivo para comemorar, não resta dúvidas.

LEIA MAIS

Estado deve fechar ano com quatro homicídios por dia e dois ataques a banco por semana

Em agosto, BB de Caaporã ficou assim (Foto: G1PB)

A semana ainda não terminou, o mês está só na metade, mas os números da violência na Paraíba assustam qualquer cidadão de bem que não se deixa levar pela propaganda de governo sobre segurança no Estado.

LEIA MAIS

Preparem-se! Bancários voltam a trabalhar. E os bandidos também

Parte da estrutura do local ficou destruída após a explosão (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Visão parcial do estrago causado pela explosão na PMJP (Foto: Walter Paparazzo/G1)

O fim da greve dos bancos pode significar na Paraíba o reinício dos assaltos quase diários a agências e postos de autoatendimento. Sem registro de qualquer ocorrência do gênero até a noite de ontem, quando os bancários decidiram encerrar a greve um mês após a deflagração do movimento, na madrugada de hoje (7) quatro homens explodiram três caixas eletrônicos do Banco do Brasil no Centro Administrativo Municipal de João Pessoa, em Água Fria.

LEIA MAIS

Violência impõe o medo e inibe a solidariedade humana

violencia-medo

(Ilustração: ipcdigital.com)

A violência é tamanha na Paraíba e chegou a um ponto, tanto quanto no resto do país, que pessoas geralmente fraternas e generosas para com o semelhante começam a ter medo de cometer um simples gesto de solidariedade ao próximo. Como, por exemplo, tentar ajudar alguém que aparente estar passando mal em algum lugar público, mas de pouco movimento.

LEIA MAIS

Bancos dificultam depósito em dinheiro nos caixas eletrônicos

 

(Foto: Jornal da Paraíba)

(Foto: Jornal da Paraíba)

Necessitando fazer depósito bancário em horário além do expediente normal, procurei hoje (16) as agências onde opero, em João Pessoa, deparando-me com procedimento inusitado, que acredito decorrente da impossibilidade de atender à proposta gerada nos corredores girassolaicos de recolher ao fim do dia, a empresas de segurança, o numerário movimentado em cada agência, dado os altos custos que operação desse porte acarretaria para as casas bancárias.

LEIA MAIS

Só dois bancos teriam como inutilizar dinheiro roubado na Paraíba

Cédulas manchadas por dispositivo de segurança (Foto: revista Exame)

Cédulas manchadas por dispositivo de segurança (Foto: revista Exame)

Existem no mercado nacional e internacional pelo menos quatro tecnologias ou sistemas para destruir as cédulas guardadas em malotes, caixas eletrônicos ou mesmo cofres de agências bancárias em caso de violação ou explosão. No Brasil, contudo, poucas instituições utilizariam dispositivos para entintamento ou incineração do dinheiro alvo da ação de assaltantes. Na Paraíba, apenas dois bancos contariam com máquinas preparadas para frustrar assaltos.

LEIA MAIS

MPPB já multou bancos assaltados em mais de R$ 100 milhões

Hoje (15) foi a vez da agência do BB em PIlar (Fotos: itabaianahoje.blogspot.com)

Hoje (15) foi a vez da agência do BB em PIlar (Fotos: itabaianahoje.blogspot.com)

Passam dos R$ 100 milhões as multas aplicadas pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) aos bancos que operam no Estado, são atacados por bandidos com frequência, mas, mesmo assim, resistiriam em instalar nas suas agências e postos de autoatendimento todas as medidas de segurança previstas em lei contra assaltos, arrombamentos e explosões.

LEIA MAIS

Cidadãos montam ‘agenda de assaltos ‘ e ironizam ideia do governador

Assalto a uma agência do Banco do Brasil na Paraíba (Foto: jornaldaparaiba.com.br)

Assaltos a bancos e lojas viram rotina na Paraíba (Foto: jornaldaparaiba.com.br)

A escalada da violência na Paraíba aterroriza a maioria da população desprotegida, mas não abala a capacidade de muita gente boa que recorre ao humor e à ironia para criticar a inabalável certeza das autoridades estaduais de que vivemos no paraíso da propaganda de governo.

LEIA MAIS

Ladrão do Civic também sequestra

sequestro traço

O ‘Ladrão do Civic’, o bandido “jovem e bem vestido” que pilota um Honda Civic e vem aterrorizando moradores do Bessa, em João Pessoa, também atua como sequestrador. A informação sobre a ‘versatilidade’ do assaltante foi postada em rede social na qual uma jornalista alertou para a série de crimes cometidos presumivelmente pelo mesmo ladrão, já que todas as suas vítimas o descrevem da mesma maneira e chamam a atenção para o carro que ele usa nos assaltos.

LEIA MAIS

Ladrão de Civic ‘toca o terror’ no Bessa

explosão banco bessa

Assaltos viram rotina e ameaçam estigmatizar o Bessa como bairro violento (Foto: G1)

Na falta de providências das autoridades que possam ir além do esvaziamento dos caixas eletrônicos durante a noite e madrugada, e se os moradores não se mobilizarem contra o surto de violência que os atemoriza, exigindo policiamento ostensivo e eficaz em suas ruas, o bairro do Bessa, em João Pessoa, corre o risco de ficar estigmatizado pela onda de crimes que por lá parece não ter fim.

LEIA MAIS

Violência espalha medo de usar caixa eletrônico

assalto bessa shopping 3

A onda de violência dos últimos dias na Paraíba criou também mais uma onda de pavor entre moradores da Grande João Pessoa. Não é pra menos. Em apenas duas semanas, as duas últimas, a população desprotegida e insegura assistiu a explosões de banco em shopping, duas invasões e tiroteio em um mesmo hipermercado e dezenas de assalto a mão armada que diariamente fazem novas vítimas na Capital e região metropolitana.

LEIA MAIS

Sem polícia na rua, banco não abre no RS

assalto a banco

No Rio Grande do Sul, a Justiça reconhece que os bancos não têm responsabilidade pela segurança pública. Tanto que ontem (4) um desembargador autorizou a abertura das agências bancárias no Estado, desde que fosse confirmada a presença efetiva de Polícia ou da Força Nacional nas ruas.

LEIA MAIS

Onda de assaltos faz da investigação policial uma loteria

Vigilante ferido após troca de tiros com assaltante (Foto: paraiba.com)

Vigilante ferido após troca de tiros com assaltante (Foto: paraiba.com)

Entre tantos vídeos que exibem na Internet e redes sociais cenas do terror que foi o segundo assalto ao Hiperbompreço da BR 230 (Bessa, João Pessoa) em menos de uma semana, o blog selecionou um em particular para compartilhar com os leitores.

LEIA MAIS

João Pessoa supera média estadual de assaltos

Antônio Toscano: a vítima 'errada' (Foto: PB Agora)

Antônio Toscano: a vítima ‘errada’ (Foto: PB Agora)

Em vez de um, dois. A Grande João Pessoa superou hoje (4) a média diária de assaltos a banco na Paraíba. Durante a madrugada, a agência do Banco do Brasil da Avenida Beira-Rio (Torre, Capital) foi invadida e teve dois caixas eletrônicos arrombados na base do maçarico. Usando a mesma técnica, outros bandidos, que podem ser os mesmos ou comparsas daqueles, violaram igual número de máquinas em um supermercado de Cabedelo, onde tomaram como refém – e possível escudo – um morador de rua.

LEIA MAIS

Arrastões viram rotina no trem de João Pessoa

Arrastões no trem acontecem pelo menos três vezes por semana (Foto: G1 Paraíba)

Arrastões no trem acontecem pelo menos três vezes por semana (Foto: G1 Paraíba)

Uma senhora que viaja quase diariamente de trem ou de VLT entre Cabedelo e João Pessoa, para fazer faxina em residências da Capital, denunciou ao blog que pelo menos três arrastões acontecem toda semana na linha férrea, fazendo dos passageiros vítimas fáceis de bandidos jovens – alguns ainda adolescentes – que agem impunemente e na maioria das vezes na mesma estação.

LEIA MAIS

O modo RC de acabar com assaltos a banco

ricardo coutinho

Em vídeo do portal MaisPB que roda nas redes sociais, Ricardo Coutinho apresenta a sua fórmula para acabar com os assaltos a banco que fazem a festa da bandidagem na Paraíba. Segundo o governador, se os bancos recolhessem o dinheiro dos caixas eletrônicos às cinco da tarde e voltassem a depositar às sete da manhã seguinte “já acabaria tudo isso”. Mas, explica o governador, os bancos não adotam tal providência “porque dizem que vai gastar gasolina, gastar carro-forte”.

LEIA MAIS

Explosões de banco na Paraíba: o terror é aqui

Explosão jogou caixa eletrônico na calçada do shopping (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Explosão jogou caixa eletrônico na calçada do shopping (Foto: Walter Paparazzo/G1)

A propósito da nota “Bandido faz a festa na Paraíba”, chamou-me a atenção uma das muitas mensagens que circulam nas mídias sociais, refletindo a trágica situação em que vivemos nesta Paraíba velha de guerra, quiçá no Brasil, onde vida e patrimônio dos cidadãos de bem nada valem.

LEIA MAIS

Bandido faz a festa na Paraíba sem polícia

assalto caixa eletrônico 2

Entretida com o noticiário sobre prisão de supostos terroristas brasileiros, entre eles um possível paraibano, além do rame-rame político em véspera de eleição, a população paraibana parece anestesiada e não se dá conta do quanto está desprotegida e vulnerável à criminalidade que rola solta, impune e cada vez mais violenta no cotidiano dos cidadãos de bem.

LEIA MAIS

Por economia, donos de postos arriscam vida levando apurado pessoalmente ao banco

Polícia no posto após (sempre após) assalto que acabou em morte (Foto G1 Paraíba)

Polícia em posto de gasolina após (sempre após) assalto que acabou em mortes (Foto G1 Paraíba)

Por conta de uma alegada margem estreita de lucro, que na média seria de apenas 3,5% do faturamento, a maioria dos donos de postos de gasolina da Grande João Pessoa não contrata serviço de guarda e transporte de valores a empresas especializadas, segundo informações colhidas pelo blog junto a revendedores de combustível da Capital.

LEIA MAIS

Repórter assaltada quando fazia matéria sobre assaltos em Campina

Larissa Fernandes, vítima da violência em Campina Grande (Foto: redeglobo.globo.com)

Larissa Fernandes, vítima da violência em Campina Grande (Foto: redeglobo.globo.com)

A jornalista Larissa Fernandes, da TV Paraíba, foi assaltada ontem (13) à noite quando fazia matéria sobre a onda de assaltos que aterroriza alunos da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) na cidade que dá nome e sede à instituição. Ela se preparava para entrevistar estudantes na parada de ônibus do Campus de Bodocongó,. O ponto parece ser o preferido dos arrastões que acontecem com frequência na área. Foi lá que um assaltante arrancou o celular das mãos da repórter.

LEIA MAIS

Violência na Paraíba: bancos esvaziam caixas eletrônicos nos finais de semana

Agência de Monteiro, no Cariri, após explosão (Foto: g1.globo.com/pb)

Agência de Monteiro, no Cariri, após explosão (Foto: g1.globo.com/pb)

Boa parte das agências bancárias instaladas no interior da Paraíba está deixando sem dinheiro os seus caixas eletrônicos nos sábados, domingos, feriados de meio de semana e feriadões, causando insatisfação e muita reclamação de quem mora ou visita as cidades atingidas pelo desabastecimento. Que tem como principal motivo os constantes assaltos a banco, causados em sua quase totalidade pela falta de segurança e de policiais na maioria das localidades afetadas pela onda de violência no Estado.

LEIA MAIS

Na Paraíba até a Polícia grita por socorro!

Alguns episódios da semana de São João mostraram mais uma vez que a violência não é problema exclusivo da grande maioria de cidadãos comuns e honestos de que é feita a população paraibana. Policiais também são vítimas frequentes de bandidos que agem cada vez mais à vontade e impunes no Estado onde o governo acredita combater a criminalidade a golpes de estatística e propaganda.

LEIA MAIS