Desespero e angústia de um servidor público com salário atrasado

(Ilustração: apaz.com.br/Fundo CC Max William)

Com salários atrasados e a notícia de que o prefeito eleito de Santa Rita, Emerson Panta, desde já recusa-se a pagar a ‘herança maldita’ que receber ao assumir em 1º de janeiro, angústia e o desespero incorporaram-se à rotina de centenas de servidores municipais. Uma carta dá uma ideia do drama que vivem essas pessoas.

Clique para ler mais

Meta-metamorfose, por José Mário Espínola

(Imagem: Obvious)

Eu vou desdizer
Aquilo tudo que eu lhe disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
(Raul Seixas: ‘Metamorfose ambulante’)

Clique para ler mais

Efeitos da pós-verdade no debate sobre vaquejada

(Foto: Folha do Sertão)

(Foto: Folha do Sertão)

Em artigo publicado ontem (5) na revista Consultor Jurídico, reproduzido adiante, o advogado Henrique Carvalho ataca pareceres que dizem ser vaquejada sinônimo de tortura de animais. Vice-presidente da Comissão do Bem Estar Animal da OAB-AL, ele garante que tais opiniões são desprovidas de fundamentação científica e não passam de noções falseadas sobre o assunto difundidas por “pareceristas/ativistas”.

Clique para ler mais

‘Sem remédio’, crônica-denúncia de Ronaldo Monte

remedios

Os serviços de entrega de medicamentos excepcionais da Paraíba estão desabastecidos. Isto significa que centenas de pessoas simplesmente correm o risco de morrer, pois esses medicamentos, em sua maioria não são encontrados no mercado. E os que são, custam os olhos da cara.

Eu mesmo dependo de um injetável que custa noventa reais cada unidade. A três por semana, chegamos à soma de um mil e oitenta reais por mês. Como é que fica quem ganha salário mínimo? Chego à conclusão de que não é preciso esperar pela aprovação da PEC do teto orçamentário para assistir ao desmonte dos programas de proteção à saúde. Foi só o Temer se sentar na cadeira da Dilma para começar a esculhambação.

Falo isto do alto da minha patente de paciente renal crônico que sente na pele (nos rins) os efeitos desse descaso. Desde julho que não consigo retirar minha quota de Renagel, um remédio importado crucial para o controle do cálcio no organismo. Estou me virando com um medicamento que só parcialmente substitui o original, me colocando em risco de descalcificação.

O que dói na alma, entretanto, é a expressão de desamparo das pessoas que encontro no guichê do dispensário. São pobres, em sua maioria. Uma parte deles se desloca com dificuldade, maltratada pelo transporte público de má qualidade. Alguns moram em outras cidades, acordando de madrugada para se submeter ao calvário dos desvalidos.

De minha parte, estou tentando desvendar o labirinto burocrático que leve aos responsáveis por este crime contra a população. Mas é enorme a dificuldade para obter um simples número de telefone. Preciso de ajuda.

Seu erro foi querer voltar para casa

vivianny-crisley

Dirão os machistas de plantão: o que quer uma mulher sozinha num bar, até de madrugada? Dirão outros: como pode se acompanhar de pessoas com as quais não tinha intimidade?

Clique para ler mais

Morro do Chapéu, um belo exemplo a ser seguido

Morro do Chapéu (Foto: estradasecaminhos.blogspot.com)

Morro do Chapéu (Foto: estradasecaminhos.blogspot.com)

Morro do Chapéu é uma cidade da Bahia, da região da Chapada Diamantina, conhecida pela delícia de sua temperatura média, pela beleza da “Ferro Doido” e pelo Centro de Pesquisas Ufológicas de “seu” Alonso.

Clique para ler mais

Mudanças e moradias. Da casa do campus ao centro da cidade

A Casa da Escola, no Campus da UFPB em Bananeiras

A Casa da Escola, no Campus da UFPB em Bananeiras

Depois da casa do antigo Posto Agropecuário, do Ministério da Agricultura, e da casa da Ladeira do Paravéi, que pertencia a Nossa Senhora do Livramento, moramos em mais três casas em Bananeiras. Findo o contrato com a santa padroeira, a família Barbosa da Nóbrega foi se arranjar em outra moradia boa. Boa é pouco. Pra lá de ótima.

Clique para ler mais

Todo mundo tem uma história com Carlos Roberto

Carlos Roberto de Oliveira (Foto: Arquivo/Messina Palmeira)

Carlos Roberto era assim a maior parte do tempo (Foto: Arquivo/Messina Palmeira)

Difícil encontrar algum profissional da imprensa paraibana que não tenha em algum momento dos últimos 50 anos se relacionado fraternalmente, intelectualmente ou profissionalmente com Carlos Roberto de Oliveira. A começar pelo fato de ele ter sido Secretário de Comunicação do Estado entre 1979 e 80, se não me trai a memória pouca ou confusa.

Clique para ler mais

Mudanças e moradias. De Bananeiras a João Pessoa

Casa do antigo Posto Agropecuário, hoje residência universitária do Campus da UFPB em Bananeiras

Casa do antigo Posto Agropecuário, hoje residência universitária do Campus da UFPB em Bananeiras

Se eu pudesse comprava todas as casas em que morei! Todas, todas mesmo. Mesmo aquelas em que sofri sozinho – ou junto com meus pais e irmãos – alguns momentos ruins. A exemplo do que aconteceu na casa grande do antigo Posto Agropecuário de Bananeiras, onde passei mais de um ano de minha infância entrevado, em cima de uma cama.

Clique para ler mais

O ladrão educado do Geisel

escola-fechada-por-ricardo-jaguaribe

(Ilustração: Foto Google)

Ele existe. E é chamado assim mesmo por quem dele ouviu falar ou por ele deixou-se abordar em rua de pouco movimento no Geisel, bairro da Capital onde atuaria com frequência. Quem atende ao seu chamado quase sempre acredita que “o rapaz parou para perguntar algum endereço”. Afinal, ele estaciona a moto rente à calçada, não desce, não tira o capacete, mas diz um “Senhora, por favor” em tom de quase súplica, de quem realmente vai pedir favor. Aí, a pessoa se aproxima e

Clique para ler mais

Valeu boi?????

vaquejada-video-de-ariano-suassuna

(Ilustração: surubimnews)

Clique para ler mais

Ulisses Guimarães, Cidadão Pessoense, por Francisco Barreto

Ulysses Guimarães, ao lado de Humberto Lucena (Foto: Arquivo/super.abril.com.br)

Ulysses Guimarães, ao lado de Humberto Lucena (Foto: Arquivo/super.abril.com.br)

Clique para ler mais

Radical: eleição na Paraíba desmascara discurso do PT e do PCdoB contra ‘golpistas’

Antônio Radical, do PSTU (Foto: YouTube)

Antônio Radical, do PSTU (Foto: YouTube)

Sob o título ‘Eleições municipais desmascaram e desmoralizam direções do PT e do PCdoB na Paraíba’, o Professor Antônio Radical (PSTU) enviou à publicação neste blog artigo no qual mostra com dados oficiais que seria ‘da boca pra fora’ o discurso de petistas e comunistas contra os chamados partidos golpistas, referência àquelas legendas que se aliaram para derrubar a presidente Dilma Rousseff via impeachment. Ele informa, por exemplo, que na campanha eleitoral deste ano em 56% dos municípios paraibanos o PT fez aliança com ‘golpistas’.

Clique para ler mais

Pensão alimentícia: Gosto Ruim tenta virar o jogo

(Ilustração: foto/oportaln10.com.br)

(Ilustração: foto/oportaln10.com.br)

Coisa de um mês atrás, Gosto Ruim recebeu notificação da Justiça para comparecer na última quarta-feira (21) a uma Vara de Família da Capital. Catarina, segunda ex-mulher, quer aumentar a pensão alimentícia do filho que os dois botaram no mundo há 10 anos. Não chegaram a um acordo na primeira audiência. Inclusive porque o pensioneiro fez inesperada e inusitada contraproposta. Desarmou até mesmo o Doutor Juiz, que até então não parava de defender o pedido da pensionista.

Clique para ler mais

Fórum de Mangabeira: um monumento à inacessibilidade

Advogado mostra como o Fórum de Mangabeira não atende às necessidades dos especiais e preferenciais (Foto: Arquivo/TJPB)

Professor mostra como o Fórum não atende às necessidades dos preferenciais (Foto: Arquivo/TJPB)

Professor aposentado pela UFPB e advogado vez em quando, como se define, o também jornalista Arael Costa descreve adiante como vê o Fórum de Mangabeira, em João Pessoa: um monumento à inacessibilidade física de pessoas com mobilidade reduzida. Idosos e portadores de deficiência em geral. Mas, para além da eventual ou proverbial inacessibilidade à justiça por quem mais precisa, aquele complexo do Poder Judicial Estadual seria também um monumento à insensibilidade diante das necessidades especiais dos que têm assegurado por lei o direito a um atendimento prioritário, diferenciado e inclusivo. Ainda assim, mesmo sendo um Fórum da Justiça

Clique para ler mais

Se alguém passar mal no Fórum… “Morre!”

Fórum Cível da Capital, onde a imponência rivaliza com insuficiências e precariedades (Foto: Arquivo/TJPB)

Fórum Cível da Capital, onde a imponência rivaliza com insuficiências e precariedades (Foto: Arquivo/TJPB)

O risco de morte é grande se alguém passar mal dentro do Fórum Cível de João Pessoa. Pode ser um infarto, uma queda, uma tentativa de homicídio… As possibilidades são infinitas, tanto quanto as impossibilidades de socorro imediato, desde os mais elementares primeiros socorros à presença de um médico contratado para atender tanto ao público quanto aos servidores daquele importantíssimo e demandadíssimo complexo do Poder Judiciário Estadual. Tamanha e inexplicável deficiência chegou ao conhecimento do blog através de mensagem-apelo e narrativa do advogado Pedro Nóbrega Cândido, na forma e conteúdo reproduzidos a partir deste ponto.

Clique para ler mais

Estudioso revela que corrupção pode ser fator de progresso

Antenor Batista (trajetolapa.com.br)

Antenor Batista (Foto: trajetolapa.com.br)

Por mais de 50 anos, o advogado Antenor Batista pesquisa o tema corrupção e garante que esse tipo de crime pode ser também um fator de progresso. Em sua opinião, “pequenas e grandes empresas e até os empreendimentos individuais, inclusive, desde o seu nascedouro, só progridem se forem alimentados pela corrupção”. Salientando: “A corrupção faz parte do DNA do ser humano. Daí estar institucionalizada em muitos países, particularmente no Brasil”.

Clique para ler mais

DECEPCIONADO COM A GUANABARA…

Ônibus da Guanabara estacionado no Rodoshopping de Patos (Foto: arquivo de onibusdaparaiba.com)

Ônibus da Guanabara no Rodoshopping de Patos (Foto: arquivo de onibusdaparaiba.com)

Fiquei decepcionado com a empresa Guanabara; eu que sempre fui fã dela. Três foram os motivos.

Clique para ler mais

Sol das Letras homenageia Maria Valéria Rezende nesta quinta

Maria Valéria Rezende (Foto: Divulgação/Adriano Franco - O Globo)

Maria Valéria Rezende (Foto: Divulgação/Adriano Franco – O Globo)

A Confraria Sol das Letras promove a partir das 17h30 desta quinta-feira (25) o XXXII Pôr do Sol Literário, no Pátio Academos da Academia Paraibana de Letras, no Centro Histórico de João Pessoa. Nesta edição, homenagem à escritora Maria Valéria Rezende, radicada na Paraíba e laureada com o Prêmio Jabuti pelo livro ‘Quarenta Dias’.

Clique para ler mais

‘Perdi um olho’, por Sérgio Silva

O fotojornalista Sérgio Silva, culpado pela Justiça por ter sido ferido pela Polícia (Foto: Change.org)

Sérgio Silva, culpado pela Justiça por ter sido ferido pela Polícia (Foto: Change.org)

Pela segunda vez em menos de dois anos o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo considera “culpado” um fotógrafo atingido no olho por uma bala de borracha da Polícia Militar. Em 26 de setembro de 2014, o desembargador Vicente de Abreu Amadei absolveu o Estado de qualquer responsabilidade pelo tiro “não letal” que acabou com mais de oitenta por cento da visão do olho esquerdo de Alex Silveira, fotojornalista que cobria uma manifestação de professores na Avenida Paulista em 18 de julho de 2000. Em 10 de agosto de 2016, foi a vez de Sérgio Andrade da Silva receber o mesmo veredicto, agora assinado pelo juiz de primeira instância Olavo Zampol Junior.

Clique para ler mais

Um poema em vídeo de Paulo Vinicius

Paulo Vinicius Cabral, cantor e compositor radicado em João Pessoa, Paraíba. Para saber e apreciar mais, visite a página do artista na Internet.

 

Jornalista assume que é bipolar e faz campanha por livro contra preconceito

livro renata 2

“Um projeto pessoal que pretende ser um passo contra o preconceito a deprimidos ou bipolares”. Assim a jornalista Renata Maia define e resume o livro ‘Minhas asas entre letras’, que pretende lançar em outubro deste ano, após conseguir arrecadar os recursos necessários para tanto através da primeira campanha de financiamento coletivo via Internet (crowdfunding) de que se tem notícia na Paraíba.

Clique para ler mais