Projeto desmascara boato que enche a bola de Bolsonaro

Desmanchou-se ligeiro na praia de checagens do Projeto Comprova a onda de informações cavilosas, distorcidas ou inteiramente falsas que tentou encher a bola do atual governo na Transposição do Rio São Francisco.

Formado e operado por jornalistas de 24 dos mais acreditados veículos de comunicação de massa do país, o Projeto comprovou, no mínimo, que “postagens sobre transposição inflam responsabilidade de governo Bolsonaro por andamento das obras”.

São enganosos, portanto, vídeos como “Bolsonaro desbanca Lula e coloca projeto no nordeste (sic) para funcionar”. A divulgação, que tem entre suas ‘estrelas’ um vereador de Campina Grande, foi objeto de apurado cotejo desse tipo de fake new com a realidade dos fatos.

Mas o paraibano que brilha de verdade nessa história é Francisco Sarmento, Professor Doutor da UFPB em Engenharia Civil, um dos maiores especialistas em recursos hídricos do país e coordenador dos estudos que formataram a integração do São Francisco ao Nordeste Setentrional.

O último livro de Sarmento, ‘Transposição do Rio São Francisco – Os bastidores da maior obra hídrica da América Latina’, é a principal fonte de informações sobre a origem dos problemas que hoje afetam os canais por onde deveriam fluir regularmente as águas do Velho Chico.

Tudo isso e muito mais você encontra em matéria publicada ontem (9) pela Folha de São Paulo com assinatura de Renata Galf, repórter especializada em jornalismo investigativo sobre contratos e licitações de obras públicas e procedimentos de fact-checking.

  • • Ilustração copiada da página do Projeto Comprova

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *