William Costa assina prefácio do livro de Robson Nóbrega

“São herdeiros legítimos de Pedro Malazartes, João Grilo e Camonge, entre outros anti-heróis imortalizados no imaginário popular”, diz William Costa (foto) sobre personagens de ‘Mulungwood’, livro que o jornalista e escritor Robson Nóbrega lança no próximo dia 30, em João Pessoa.

Também jornalista e escritor, William Costa assina o prefácio da obra, onde assinala que em cada Redação informal de jornal – “constituída dos variados tipos de relações que se estabelecem naturalmente entre colegas de trabalho”  – há sempre um ‘Rei da Fuleiragem’.

Ninguém deve pensar, contudo, que a fuleiragem a que se refere o prefaciador tem a ver com malandragem ou coisa pior. Em ‘Mulungwood’, quem reina é Antônio Morais, revisor de A União que Robson Nóbrega transformou em protagonista dos principais causos contados no livro.

Morais, como bem define William Costa, é “aquele tipo inesquecível, dotado do riso cômico, que faz das agruras de sua própria vida motivo de piadas, chistes etc.”. Tal e qual Pedro Malazartes, João Grilo, Camonge…

Costa, Robson e Morais são colegas de ‘batente’, termo usado por jornalistas para significar tanto o ambiente em que trabalham quanto o fazer jornal propriamente dito, linha de produção que mobiliza, entre outros trabalhadores, repórteres, redatores, diagramadores e revisores, onde revisores ainda existam.

‘Mulungwood’, de Robson Nóbrega, é publicação da Editora Patmos, de João Pessoa. O livro será lançado na Livraria Leitura do Manaíra Shopping, das 16 às 21h do último dia do mês.

  • Foto que ilustra matéria foi copiada do Blog de Sílvio Osias

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *