Jornalistas reúnem entidades em defesa da Justiça do Trabalho

Land Seixas, presidente do Sindicato dos Jornalistas da Paraíba (Foto: Divulgação)

O Sindicato dos Jornalistas da Paraíba (SindijorPB) promove neste sábado (2) um debate sobre sobre resistência e luta contra a extinção da Justiça do Trabalho, ameaçada desde a última campanha eleitoral pelas forças que hoje compõem o governo Bolsonaro.

O evento será realizado a partir de 10h na própria sede do SindijorPB (Rua da Areia, 725 – Varadouro, Centro), com a presença de representantes, dirigentes e lideranças de instituições públicas, entidades e movimentos sociais que atuam em defesa dos direitos dos trabalhadores.

Intitulada ‘Caminhos que não levem ao fim da Justiça do Trabalho’, a Mesa de Debates tem apoio do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB), da Superintendência Regional do Trabalho e da Universidade Federal da Paraíba.

Participarão ainda profissionais e especialistas indicados pela Associação dos Servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (Astra 13), Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 13ª Região do Trabalho (Anamatra 13), Sindicato dos Servidores da Justiça Federal na Paraíba (SindijufPB), Central Única dos Trabalhadores (Cut) e seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no Estado (OAB-PB),

Presidente do SindijorPB, o jornalista Land Seixas de Carvalho informou que o debate deve servir também como ambiente de mobilização dos trabalhadores paraibanos para o Ato Nacional em Defesa da Justiça do Trabalho, que acontecerá na tarda da próxima terça-feira (5) em Brasília, capitais e outras grandes cidades do país.

O Ato está sendo organizado pela Anamatra, em parceria com a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), a Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e do Ministério Público da União (Fenajufe), além da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT) e o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *