No Trattoria, encontrei o filé a parmegiana que há muito queria

Tratoria de Origem, especializado em cozinha italiana (Foto: Google)

Reclamei na inauguração desta série de Crônicas de Comer e Beber que há 30 anos procuro e não encontro em João Pessoa um filé a parmegiana similar ao do saudoso Casa d’Itália, o excelente restaurante de Odelino Medeiros que me tinha como mesa cativa nos anos 80. Reclamei. Não reclamo mais.

No dia seguinte à publicação de ‘Parmegiana: gostoso e popular’, mais precisamente na noite da quarta-feira 19 de dezembro do ano da graça de 2018, passava pela Avenida Sapé, Manaíra, indo pro shopping que tem o nome do bairro…

Chamou-me a atenção o prédio do finado Degustar. Todo modificado, envidraçado, iluminado. Vis-à-vis com o estacionamento lateral do supermercado de Seu Dedé. E na fachada, como diz o poeta, escrito em cima que lá, agora, é o restaurante Trattoria de Origem.

Alucinado por comida italiana, mudei no ato o nosso destino. Meu e da Professora Madriana, minha amada Branca. Procurei e encontrei um pouco adiante lugar pra estacionar. Descemos, fomos conferir.

Recepção de alto nível, atendimento de excelência. Presente, Fábio Bezerra, jovem empresário que já comanda o Cannelle Restaurante da Avenida Beira-Rio e é um dos proprietários da nova casa, assumiu momentaneamente o papel de maître anfitrião e nos deu assistência de qualidade.

Coadjuvado por atentos garçons, apresentou-nos as cartas de comida e de vinhos, apontando boas alternativas de entrada, prato principal e sobremesa. Perguntei pelo carro-chefe. “O Fettuccine Alfredo é muito pedido”, informou. Mas, descendo a vista pelo menu, descobri que lá estava a minha pedida preferencial.

“E o parmegiana, dá pra dois?”, quis saber do garçom. “Dá e sobra”, garantiu o rapaz. Pedi. Olha, vou dizer uma coisa… Surpreendente! Saborosíssimo, super bem servido, com filé de verdade e uma massa capaz de empatar e até virar o jogo diante do inesquecível campeão de vendas do Casa d’Itália.

O vinho sugerido, um italiano de preço razoável, entendeu-se muito bem com o parmigiana, fechando magistralmente uma noite de glutão como há muito não cometia. Não pedimos sobremesa, doce que salgaria uma conta além da conta para quem só pode se dar a um luxo assim muito vez em quando.

Asseguro que vale a pena, todavia. Pelo parmegiana e outras delícias que qualquer dia vou provar. Sem contar que o Trattoria deve estar melhor agora. Já deve ter resolvido probleminha de acústica no ‘reservado’, o salão grande de esquina que incorporou boa parte do antigo terraço do Degustar.

Além do mais, as chances de estacionar carro foram ampliadas. Graças a um ‘convênio’ celebrado com Seu Dedé. Pra finalizar, um toque: não direcionem o vento do ar condicionado pra cima das mesas e calibrem a temperatura num grau de conforto térmico, entre 22 (salão cheio) e 24ºC (até meio salão ocupado).

SERVIÇO

  • ⋅ Trattoria de Origem
  • ⋅ Endereço: Av. Sapé, 501 – Manaíra, João Pessoa – PB
  • ⋅ CEP: 58038-382
  • ⋅ Horário: abre às 19h
  • ⋅ Telefone: (83) 3246-5565

4 Comente No Trattoria, encontrei o filé a parmegiana que há muito queria

  1. Arael M. da Costa Disse:

    Você provocou, vou convidar a Da. Raquel para comprovar sua sugestão.
    Depois em comento.

  2. Arael M. da Costa Disse:

    Em tempo.
    Vale a pena, também, uma “passadinha” no Noz, especializado em buffet ou, como dizem popularmente, “a quilo”, recentemente inaugurado no Av. João Câncio,pouco depois dessa referência que é o ‘Mercadinho de sêo Dedé’, hoje potência no ramo.

  3. Ana Laura Pires de Sá Espínola Disse:

    Rubens, por ter lido sua publicação anterior sobre o Parmegiana, lembrei de você no “Quintal Gourmet” (no local onde funcionou um restaurante português chamado “Tasca da Esquina”, em Manaíra), onde comi um dos melhores da minha vida! Eles servem no almoço, durante a semana, em um menu “executivo” promocional! Recomendo demais! Papai (Zé Mário Espínola) me falou: “escreva para Rubens contando”! Assim o faço!
    Contei ao gerente da sua publicação e ele disse que o aguarda lá! Abraço!

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *