Violência contra negros é tema de debate nacional na Paraíba

Será realizada nesta quinta-feira (6) uma audiência pública especial para discutir a questão quilombola na Paraíba. Deve começar às 13h30, no auditório do Ministério Público Federal (MPF) em João Pessoa. Na ocasião, será lançado o relatório ‘Racismo e Violência Contra Quilombos no Brasil’.

O evento consistirá em discussões sobre o tema por três mesas formadas por pesquisadores, autoridades e lideranças quilombolas no Estado. São aguardados representantes dos 42 quilombos de 26 municípios paraibanos, membros de instituições públicas estaduais e federais, incluindo universidades, além de ativistas de movimentos sociais e de organizações não governamentais.

As atividades de hoje envolvem com destaque a Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras e Rurais Quilombolas (Conaq), responsável pelo monitoramento e publicações sobre discriminação, exclusão e crimes contra a população negra no Brasil.

Em seu trabalho, a Conaq conta com apoio da ong Terra de Direitos, do Coletivo de Assessoria Jurídica Joãozinho de Mangal e da Associação de Advogados de Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais da Bahia (AATR), que também deverão estar presentes nos debates da tarde desta quinta.

Segundo dados do relatório da Conaq, lançado originalmente no final de setembro deste ano em Brasília, somente o número de assassinatos de quilombolas no país cresceu 350% em apenas um ano: foram registrados quatro assassinatos em 2016 contra 18 em 2017.

O evento tem ainda participação da Coordenação Estadual das Comunidades Negras e Quilombolas da Paraíba (Cecneq), da Associação de Apoio às Comunidades Afrodescendentes (Aacade), Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC/MPF/PB), Centro Acadêmico Manoel Mattos (Camm), Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) e do Grupo de Pesquisa Curupiras.

SERVIÇO

  • O quê: Audiência e lançamento do relatório ‘Racismo e Violência contra Quilombos no Brasil’ (2018)
  • Onde: Auditório do MPF-PB (Avenida Epitácio Pessoa, 1800, Expedicionários, João Pessoa)
  • Quando: Hoje, quinta-feira, 6 de dezembro de 2018, às 13h30, com credenciamento a partir das 13h.

♦ Com informações e texto da Assessoria de Comunicação do MPF-PB

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *