MEU FILHO PRÓDIGO

Túlio, que aniversaria hoje, com minha querida nora Andréa e meus lindos netos Maria Luíza e Davi

Na fábula bíblica, o filho pródigo é o caçula que consome por inteiro, em vida dissoluta, a fortuna que o pai lhe antecipa por herança.

Também tenho um filho pródigo, mas na versão dos meus afetos não se trata de um perdulário, de um esbanjador irresponsável. Muito pelo contrário, mas muito pelo contrário mesmo.

O meu pródigo é o meu primogênito. Que tem como traço de personalidade uma generosidade a toda prova, provada a todo momento. Generosidade para com o próximo, com os outros, diferentes ou iguais.

Alguém assim traz em sua história e trajetória uma bondade natural apenas acessível e somente possível nos bem-aventurados pela integridade de princípios e de caráter que guiam seus passos e escolhas.

Eis o meu pródigo. Pródigo em amor, respeito, carinho. Alguém como ele jamais dissiparia qualquer fortuna material em prejuízo de si próprio ou de terceiros. Porque sua grandeza moral não permite nem seu patrimônio ético admite.

Túlio Basílio da Nóbrega é o meu amado filho pródigo.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *