Aluno da UFCG conquista prêmio de Comunicação da CNBB

João Djane na cerimônia em que recebeu o Microfone de Prata (Imagem: TV Aparecida)

Audiodocumentário ‘Um pé de Coaçu – meu lugar é minha história’ conquistou o Prêmio Microfone de Prata pela votação popular e do júri

Trabalho de conclusão de curso de João Djane Assunção da Silva no bacharelado em Comunicação Social (Educomunicação), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campus de Campina Grande, o audiodocumentário ‘Um pé de Coaçu – meu lugar é minha história’ conquistou o Prêmio Microfone de Prata da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

João Djane concorreu na categoria Programas Jornalísticos para o rádio. A premiação foi entregue na noite de quarta-feira (25) no auditório da TV Aparecida, na cidade de Aparecida (SP). A cerimônia foi transmitida ao vivo.

Produzido numa perspectiva educomunicativa, com participação dos moradores da comunidade rural da cidade de Solonópole, Sertão do Ceará, ‘Um pé de Coaçu – meu lugar é minha história’ retrata os aspectos históricos e socioculturais do Sitio Coaçu, onde o autor viveu sua infância. Com duração de 24 minutos e 19 segundos, o trabalho teve orientação da professora Lígia Beatriz Almeida, coordenadora do curso de Comunicação Social – Educomunicação.

“Vi através dessa produção a oportunidade de estimular o protagonismo, preservar a identidade e a autoestima do público infanto-juvenil morador ou frequentador da localidade, possibilitando-lhes fazer uso das tecnologias digitais de informação e comunicação de maneira consciente e compreendendo seu papel social para o empoderamento popular. Esse prêmio representa o reconhecimento do trabalho que desenvolvemos no curso de Comunicação Social da UFCG, mostrando o potencial da educomunicação como instrumento para a educação midiática e a construção da cidadania”, diz João Djane.

O audiodocumentário concorreu com as reportagens “A Culpa é do Estuprador” e “No rastro da Baleia Azul”, conquistando o prêmio pelo voto popular nas redes sociais (Menção Honrosa) e pelo voto do júri, formado por bispos e especialistas ligados a universidades católicas.

Ouça o trabalho de João Djane clicando aqui.

  • Da Assessoria de Comunicação da UFCG

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *