Se Ricardo for cassado, sou candidato

(Meme: G1)

Confiram adiante o meu plano de governo

Acreditem ou não, este blogueiro tem chance de vir a governar a Paraíba. Depende, é claro, de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassar o governador Ricardo Coutinho e a vice-governadora Lígia Feliciano.

Se os dois forem cassados pela Justiça Eleitoral nos processos que começaram a andar lá por Brasília, e o TSE permitir que a Assembleia eleja um governador-tampão para concluir o mandato em curso, “tô dentro”.

Vou registrar minha candidatura e desde já adianto a plataforma com a qual espero convencer a maioria dos 36 deputados estaduais a votar em mim. Vamos aos pontos principais do meu plano de governo.

1. Meu primeiro ato será rescindir todos os contratos que fazem o Governo do Estado gastar o dinheiro do povo com privilégios e mordomias, da lagosta da Granja Santana aos carros e celulares alugados que apadrinhados políticos usam e abusam fazendo campanha – e só – para quem está no poder.

2. A propósito da Granja, vou realizar um sonho antigo que é transformar em Escola a paradisíaca e dispendiosa datcha de Miramar.

3. Farei um censo de verdade dos comissionados, codificados, prestadores de serviço e temporários em geral para identificar quem realmente trabalha, onde trabalha e para quem trabalha e dispensar todos os aspones, ou seja, os famosos e numerosos ‘assessores de porra nenhuma’.

4. Pedirei aos tribunais de contas do Estado (TCE) e da União (TCU) e controladorias-gerais do Estado (CGE) e da União (CGU) uma força-tarefa de auditores para fazer uma Operação Pente-Fino nos contratos de quem fornece serviços, produtos e obras ao Estado.

5. Caso TCs e CGs se recusem a colaborar, contratarei – nos termos da lei e sob supervisão do Ministério Público (Estadual e de Contas) – uma auditoria independente para dar conta da Operação Pente-Fino, que não tem outro propósito além de passar a limpo todos os negócios de Estado e mostrar, como exigem princípios e leis da transparência da gestão pública, que tudo foi feito – ou não – dentro da mais absoluta regularidade, legalidade e moralidade.

6. Criar plano de cargos, carreira e remuneração para servidores da Educação, Saúde e Segurança que assegure progressão funcional baseada em qualificação e avaliações permanentes, de modo a fazer com que todos os (verdadeiros) exercentes de serviços públicos essenciais e diretos à população possam atingir o mais alto nível da carreira com remuneração equiparada à de secretário de Estado.

Bem, essas são as tarefas prioritárias e mais urgentes da nova administração estadual. Se der certo e eu gostar do troço, quem sabe não me candidato a uma reeleição, dessa vez buscando voto em eleições diretas.

E aí, diante do exposto, alguém acha que tenho alguma chance de contar com algum voto na Assembleia?

8 Comente Se Ricardo for cassado, sou candidato

  1. Aurea Cristina Barros Disse:

    Ninguém vota em você, Rubão.

  2. Anisio de carvalho costa neto Disse:

    Com uma plataforma dessa, meu voto é seu em qualquer circunstância. Candidate-se, amigo. Tenho certeza que muitos além de mim precisam de um candidato como você!

  3. jose Disse:

    Sabem , também não acredito que o governador seja cassado meu caro jornalista. Pelo menos por enquanto, ele estiver no governo.
    Neste caso não haverá vacância, e o nobre jornalista ainda não poderá se prontificar a concorrer a vaga.

  4. Ricardo Disse:

    Isto é proposta pra um país sério.
    Na assembléia da paraiba tu recebia um chute no traseiroo!kkkkkllll

  5. ac Disse:

    não registra nem o nome, kkk.

  6. Arnaldo Costa Disse:

    Não tem a mínima chance de ser eleito pelos deputados estaduais. Se fossem de outra categoria de gente, até que eu acreditaria. Mas depender seriedade de deputados é demais. É o mesmo que querer tirar leite de pedra ou esperar nascer cabelo na casca do ovo. A Assembleia Legislativa deste Estado não é melhor nem pior do que as demais casas legislativas deste país. Ela se iguala a tudo que diz respeito à corrupção, imoralidade, nepotismo e outras mazelas de políticos brasileiros. E o maior exemplo dessa safadeza toda é o próprio Congresso Nacional, tão desmoralizado.

  7. Marco Antonio Disse:

    As ideias são perfeitas, colocá-las em prática é a questão. Mas, acredito na possibilidade.

  8. Loucuras tem limites, as ideias desse anônimo deve ser um sonho.Condenar governador, não significa de logo perda do cargo não.Além disso, com meus quarenta e poucos anos, nunca vi este governador, perder nada em se tratando de justiça..O homem é forte.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *