Aumenta a criminalidade. Onde está o problema?

Por Arnaldo Costa (*)


Diariamente o público vê, lê ou ouve atos e fatos sobre assassinatos, estupros, assaltos, bombas em caixas eletrônicas, chacinas, roubos e furtos, operações policiais em favelas e morros, prisão de pessoas com drogas, agressões físicas, sequestros, atos de bandidagem e tantos outros crimes.

A imprensa que trabalha com notícias e audiência destaca as ações da polícia por ser o segmento mais ostensivo de todo o sistema de segurança. Nada mais do que isso.

As pessoas estão vendo, lendo ou ouvindo noticiários e facilmente são induzidas a acharem que o problema está na necessidade de mais ações policiais para evitar mais crimes. Mais polícia nas ruas, mais efetivo para as polícias, mais viaturas, equipamentos e armas para as polícias. Mais isso e aquilo como se essas ideias fossem capazes de frear ou minimizar a criminalidade. Quanto equívoco!

Chego a afirmar que o número de policiais neste Estado é suficiente para fazer um bom trabalho. A população e até as próprias Corporações reclamam por mais efetivo. Quanto equívoco! As pessoas estão acostumadas em quantidade e não em qualidade. É só ver como as pessoas em geral se alimentam nos self services de cada esquina.

O que as Corporações policiais precisam é empregar mais inteligência nos seus planejamentos e suas ações. Mais pessoal qualificado em estratégias de defesa social. E não encher seus quartéis ou delegacias de efetivo improdutivo ou mal selecionado ou mal capacitado. Chega de tantos equívocos!

As Corporações reclamando de mais efetivo pode parecer uma reivindicação justa e até lógica. Não sabe a população e até dirigentes públicos que atrás desses pedidos há alguns fatores inconfessáveis e contra a própria administração pública. Mas esse assunto fica pra uma próxima conversa.

Mas onde está o problema do aumento da criminalidade nessa terra de Santa Cruz? Por que a criminalidade tende a aumentar?

A população fica estarrecida com tantos crimes e se pergunta: – até onde isso vai parar? Eu respondo: – não há nenhum indicativo que essa criminalidade possa diminuir. E mais, a tendência é aumentar a criminalidade. Venho afirmando isso há mais de 35 anos.

E por que a tendência é aumentar a criminalidade? Há vários indícios para tal indagação.

Primeiro, os índices de criminalidade vêm crescendo; segundo, as estruturas organizacionais das polícias estão superadas para enfrentar essa criminalidade; terceiro, as policiais civil e militar formam seus efetivos de maneira anacrônica; quarto, os salários pegos aos policiais neste Estado estão aquém do que merecem; e quinto e o mais importante é a vergonhosa impunidade reinante neste país. Pouco adianta polícia atuar sem uma legislação penal à altura.

E por falar em impunidade, o principal responsável pelo aumento da criminalidade é o desmoralizado Congresso Nacional, o atual e os anteriores, que mantém uma legislação penal frouxa e complacente com criminosos. Mas isso é sintomático: Senadores e Deputados Federais procuram legislar em causa própria, precavidos que são pelos seus atos costumeiros de corrupção. E isso acontece desde a última Constituinte e este aqui estava lá, como lobista pela Polícia Militar.

A impunidade representa um forte fator estimulante para os bandidos em ação e os bandidos em potencial. O ambiente de bandidos, ao ver que as penas são brandas, não se amedronta para cometimento de atos delituosos. Isso é óbvio. Só os nossos políticos não querem ver isso.

A impunidade incentiva os bandidos a agirem e é geradora de novos bandidos. E os governantes de plantão lançam suas polícias nas ruas pra brincarem de polícia. Fica o mesmo que enxugar gelo.

Depois, conservaremos mais porque tem muita coisa pra mostrar ao público que vive enganado pelos nossos políticos, sem exceção.

______________________________________
(*) Professor universitário. Coronel R/R da Polícia Militar. Pós-Graduado em Filosofia

2 Comente Aumenta a criminalidade. Onde está o problema?

  1. Jair Cesar de Miranda Coelho Disse:

    Eu resumiria em 2 atos. Ato 1- Policia desinteligente.
    Ato 2. Certeza da impunidade

  2. RBL Disse:

    São muitos os problemas que colaboram com o aumento da criminalidade. Desde educação, passando pela formação de uma sociedade individualista e a falta de oportunidades para uma enorme fração de nossa comunidade chamada João Pessoa…. Mas meu comentário vai se inserir em outra concepção. Vou trabalhar com um aspecto mais prático e visível. Ou melhor, não mais visível em nossas rodovias.
    Quem lembra da OPERAÇÃO MANZUÁ? Conforme informação retirado do site G1, a ” Operação Manzuá foi criada na década de 1980 pelo Governo do Estado, ela mantinha postos de fiscalização fixos em várias trechos de rodovias da Paraíba “. Pois bem, em 2011 foi anunciada a desativação da operação. Mas em substituição foi criada o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) e as fiscalizações seriam realizadas de forma itinerante pela Polícia Rodoviária Estadual. Não sei quanto a vocês, mas eu nunca vi nas estradas do nosso Estado uma operação da BpTran.
    Sei que o histórico e a imagem da operação manzuá não são das melhores…com aquele troco para o guaraná e tal… Mas a realidade e na prática, por menor efeito que fosse, diminuía a entrada e circulação de criminosos em nosso Estado.
    Vamos refletir…

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *