Paraíba é nota B na classificação de risco do Tesouro Nacional

O Tesouro Nacional divulgou na quarta-feira (6) as notas da capacidade de pagamento da maioria dos estados brasileiros. A Paraíba recebeu nota B, que dá ao Estado condições de receber créditos da União.

Espírito Santo e Pará são os únicos estados que alcançaram nota A, pelos bons indicadores de endividamento, poupança corrente e liquidez, que formam a base da nova metodologia de avaliação da Secretaria do Tesouro Nacional que serve tanto para classificação de risco como das condições para obtenção de crédito de cada unidade da federação.

Em razão de tais avaliações, a Paraíba ficou com nota B ao lado de Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Maranhão, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e São Paulo.

Já sem condições de ter aval da União para contrair empréstimos, por exemplo, compondo a ‘turma’ que tirou C na ‘prova’ do TN, aparecem Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

“Os casos mais críticos são os do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, que receberam nota final D por possuírem alto endividamento e descompasso entre as receitas correntes e despesas correntes, além de não terem caixa de recursos não vinculados para honrar as obrigações financeiras”, informa o jornal Valor Econômico.

Minas Gerais ficou fora da classificação por não apresentar informações sobre disponibilidade de recursos não vinculados, ou seja, aqueles disponíveis para livre programação, sem destinação específica.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *