João Pessoa lidera Nordeste em violência sexual contra a mulher

Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil (Foto: SPM)

Revelação foi feita por representante da ONU em palestra na UFPB

João Pessoa é a capital nordestina onde as mulheres mais sofrem violência sexual ao longo da vida, revelou Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil, em palestra realizada na tarde da última quarta-feira (29) no auditório da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba, no Campus de João Pessoa.

Nadine veio à Paraíba participar de evento que marcou a adesão da UFPB à campanha ElesporElas, promovida pelas Organização das Nações Unidas (ONU) para engajar homens na luta pela igualdade de gênero. A Universidade paraibana é a primeira instituição de ensino superior do Nordeste a se envolver oficialmente na iniciativa, um esforço global pela remoção das barreiras sociais e culturais contra as mulheres.

Nadine na UFPB (Foto: Madrilena Feitosa)

A palestrante explicou que a liderança de João Pessoa em matéria de violência sexual contra as mulheres foi confirmada em pesquisa inédita e recente da Universidade Federal do Ceará (UFCE) e Instituto Maria da Penha. Foram ouvidas 2 mil mulheres em todas as capitais nordestinas, possibilitando aos pesquisadores abordar a violência doméstica e suas conexões com vulnerabilidades raciais e socioeconômicas e incidência sobre saúde, direitos sexuais e reprodutivos.

Os resultados da mesma pesquisa também colocam a capital paraibana em segundo lugar no Índice de Violência Emocional contra Mulheres ao longo da vida e em quinto lugar em termos de violência física. A pesquisa foi divulgada no último dia 23 no portal da ONU Mulheres e pode ser acessada clicando aqui

  • Com informações e texto de Madrilena Feitosa, do Centro de Informática da UFPB

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *