Força-tarefa encontra graves irregularidades em hospitais de JP

Cozinha de hospital sem exaustor fotografada pela força-tarefa

Uma semana após concluir fiscalização, o Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) anunciou na tarde de hoje (24) ter encontrado graves irregularidades em quatro grandes hospitais públicos de João Pessoa.

A operação do MPT-PB, batizada de ‘Saúde na Saúde’, foi realizada entre os dias 13 e 17 deste mês no Hospital de Trauma e no Trauminha, no Edson Ramalho e no Hospital Universitário Lauro Wanderley da UFPB.

Contou com a participação de fiscais do Ministério do Trabalho (MTb). O trabalho mostrou o que o próprio MPT chama de “um quadro preocupante”, referindo-se aos seguintes problemas:

▶ Lavanderia com risco de contaminação, sem barreira adequada entre as áreas limpa e suja;

▶ Falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) não fornecidos pelo hospital (na lavanderia, cozinha, manutenção etc.);

▶ Lixo hospitalar irregular (não há abrigo para resíduos hospitalares, que ficam expostos em local aberto);

▶ Descarte inadequado de materiais usados e infectados (seringas, agulhas, luvas de procedimento, embalagens de soro pelo chão, fora dos sacos de lixo);

▶ Cozinha e refeitório em condições precárias (oscas e baratas, cozinha sem telas, telas rasgadas, coifas da cozinha quebradas, trabalhadores que chegam a passar até 30 minutos na fila do refeitório, falta de tela nos exaustores de parede, tubulação e válvulas do gás de cozinha em mau estado de conservação);

▶ Câmara frigorífica sem dispositivo de segurança na porta para abertura pelo lado de dentro (trabalhador pode ficar preso);

▶ Risco de choque com painéis elétricos abertos, instalações elétricas precárias e choques elétricos na cozinha, oriundos do liquidificador e freezers;

▶ Infiltrações recorrentes na estrutura física do hospital.

O procurador do Trabalho Cláudio Gadelha, coordenador nacional da força-tarefa, anunciou que serão instaurados inquéritos civis para apurar responsabilidades.

  • Fonte: Assessoria de Comunicação do MPT-PB

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *