Ator dá porrada no racismo e abandona tevê ao vivo

Pedro Cardoso: contra o racismo e o governo Temer (Foto: Correio da Bahia)

Um gesto do ator Pedro Cardoso precisa ser mostrado e repetido milhões de vezes Brasil afora e adentro. Na tarde de ontem (23), contra o racismo do diretor da TV Brasil e em solidariedade à atriz Taís Araújo e a grevistas da emissora, ele abandonou o programa ‘Sem Censura’, ao vivo.

Cardoso foi convidado para falar sobre o ‘Livro dos Títulos’, seu primeiro romance. Mas, logo na primeira pergunta, comunicou que nada iria responder sobre o tema da entrevista e expôs suas razões. “Eu não vou responder a essa pergunta nem a nenhuma outra, porque quando eu cheguei aqui eu encontrei uma empresa que está em greve. E eu não participo de programas de empresas que estão em greve”, disse.

Na sequência, o ator referiu-se a uma postagem em rede social do jornalista Laerte Rimoli, diretor-presidente da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), que administra a TV Brasil e Agência Brasil. Na sexta-feira passada (17), Rimoli publicou no Facebook que amigo seu quis pular de um avião em pleno voo ao saber que Taís Araújo estava a bordo.

O dirigente da EBC e dezenas de outros semelhantes tão preconceituosos quanto intolerantes e cruéis debocharam do que disse a atriz em agosto deste ano em palestra no TEDxSão Paulo, onde ela declarou que no Brasil a cor do seu filho (com o também ator negro Lázaro Ramos) “faz com que as pessoas mudem de calçada”.

“O que eu soube também quando cheguei aqui é que o presidente desta empresa, que pertence ao povo brasileiro, fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha, onde a presença do sangue africano está presente na pele…Se esta empresa, que é a casa do povo brasileiro, tem na presidência uma pessoa que fala contra isso, não posso falar do assunto que vim falar aqui hoje. Peço desculpas, em respeito aos grevistas, eu vou embora”, afirmou.

Em seguida, levantou-se e foi embora. Assista ao vídeo

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *