Dom José era o avesso do avesso do avesso de tudo o que aí está

Dom José Maria Pires (Foto: Arquidiocese/BH)

“Sua trajetória foi marcada pela defesa dos negros, dos pobres e dos oprimidos”, ressalta a Arquidiocese da Igreja Católica em Belo Horizonte (MG) em nota através da qual anunciou o falecimento de Dom José Maria Pires. O Arcebispo Emérito da Paraíba morreu ontem (27) aos 98 anos na capital mineira, onde tentava se curar de uma pneumonia.

Dizer que Dom José defendia negros, pobres e oprimidos pode parecer um bordão em desuso até pela própria esquerda, que cultivava tal imagem de seus ídolos e referências nos anos de chumbo; mas, no caso do querido Dom Pelé, era como dizer que ele respirava. Porque ele era realmente, naturalmente, um defensor dos negros, pobres e oprimidos.

Desses e de quem mais fosse alcançado e vitimado pela injustiça e arbítrio de qualquer espécie ou sorte. Mas nada fazia com o rancor ou ranço de alguém que não tolera o diferente, não sabe conviver com o divergente e, se possível, por intolerância ou coisa pior, faz tudo para eliminar – inclusive fisicamente – quem dele dissente ou a ele se contrapõe.

Por essas e outras, Dom José era o avesso do avesso do avesso de tudo o que ele enfrentou em sua época de Arcebispo da Paraíba (1966-1995) e muito provavelmente enfrentaria hoje. Se ainda ativo na militância do bem, certamente estaria combatendo toda essa quadrilha que tomou de assalto o poder no país e se mantém sob proteção de seus comparsas óbvios no Judiciário e no Legislativo.

Dom José combateria essa canalha, não há dúvida, mas sempre com espírito aberto, a alma serena ou, como diria o poeta, a mente esperta, a espinha ereta e o coração tranquilo. Ou ainda, como disse o redator da nota da Arquidiocese de BH, faria tudo isso, como fez por toda a vida, “sem (jamais) perder a singular capacidade que tinha de dialogar com aqueles a quem claramente se opunha”.

Comente Dom José era o avesso do avesso do avesso de tudo o que aí está

  1. Mabel de Barros Batista Disse:

    Bravo Rubens!!!! O divino legado desse grande e humilde José nunca será esquecido!!! Minha alegria vem da certeza de que ele agora descansa em paz ao lado do Pai, sua fonte de amor, inspiração e fé.
    E diante da nossa atual e vergonhosa conjuntura política, resta citar: ” E agora José? “

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *