Competidores estão sem Bolsa Atleta do Estado

Atletas sem apoio oficial para representar a Paraíba (Foto: Arquivo pessoal/Emerson Ernesto)

A quatro meses do fim de 2017 e os beneficiários do Bolsa Atleta Estadual 2016 nem sequer foram selecionados. Vale lembrar que está se falando dos competidores de 2015, que deveriam ter recebido o benefício no ano passado. Pior do que o atraso no programa, é a incerteza de sua continuidade. O desande frustra centenas de jovens atletas paraibanos.

Este ano, o Governo do Estado deveria estar contemplando os competidores do ano passado, que nem sabem se terão a chance de pleitear a bolsa. Segundo atletas que procuraram o blog, o pagamento da bolsa de 2015 terminou no início deste ano e, atualmente, eles estão sem ajuda do governo para dar continuidade aos treinamentos e competições.

“Oito meses depois das inscrições e está tudo parado. Nosso temor é que não se conceda a bolsa para os atletas que competiram em 2015. Sou atleta de uma modalidade paralímpica e, tanto eu, como toda minha equipe, estamos com imensa dificuldade para irmos a competições. Nossa equipe tem oito títulos brasileiros, mas estamos com muitas dificuldades para mantermos materiais, treinamentos de musculação, viagens, recuperação de lesões…”, afirmou o jogador de goalball, Emerson Ernesto da Silva.

Atletas temem represálias

Em dezembro de 2016, depois de críticas sobre a descontinuidade do programa, a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) abriu edital para contemplar atletas que conseguiram resultados no ano de 2015. Só comparando: a Bolsa Atleta Federal, do Ministério do Esporte, por exemplo, está com inscrições abertas para os competidores de 2016, embora não contemple a todos.

Muitos atletas não querem falar sobre esse problema, com medo de serem riscados da futura lista, mas o paratleta Emerson Ernesto (que recebia uma bolsa de R$ 400, por ter competido em 2014) decidiu contar sua história para tentar sensibilizar os gestores e ter alguma resposta do governo.

“Nós dependemos da Bolsa Atleta do Estado e não temos nenhuma previsão para receber a bolsa de 2015. A de 2014 demorou mais de dois anos para ser paga. Estamos tendo que tirar do bolso e nos virar da forma que dá para participar de competições nacionais representando o Estado. Fazemos um apelo. Precisamos de alguma perspectiva”. (Emerson Ernesto, paratleta)

Mais de 600 esperam definição

O blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer do Estado (Sejel) para ter a posição oficial da gestão sobre o problema e foi foi dito que existe uma comissão à frente do programa. O presidente da Comissão do Bolsa Atleta, Ricardo Ambrósio, disse que o trabalho não parou e que a comissão está examinando as mais de 600 inscrições feitas. Ele não soube informar a data de divulgação da lista dos selecionados.

Ricardo Ambrósio disse que, desde que foi criado (Lei Nº 8481 de 2008), o programa já beneficiou mais de 8 mil atletas, mas ele não garantiu que a bolsa que beneficia os competidores de 2015 será paga. Isso, porque o programa tem sofrido descontinuidade. Em alguns anos, não houve pagamento da bolsa aos atletas. Ambrósio afirmou que não sabia o motivo do atraso e nem se a liberação da bolsa dependia do governador ou de algum gestor da Sejel.

  • Andréa Batista, jornalista freelancer

Comente Competidores estão sem Bolsa Atleta do Estado

  1. Ana de Fátima Disse:

    Isso é um absurdo,falta de respeito com os atletas.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *