Estudante mostra abandono de arquivo no Espaço Cultural

Estudante de Arquivologia da Universidade Federal da Paraíba denunciou nas redes sociais o abandono em que se encontra, no Espaço Cultural, o arquivo do jornalista e escritor Waldemar Bispo Duarte, membro da Academia Paraibana de Letras que faleceu em setembro de 2004 em João Pessoa.

Segundo o denunciante, graduando do seu curso na UFPB, a situação em que se encontra o arquivo Waldemar Duarte é mais uma prova de que “não existe política pública que preserve nossa história”, que na opinião dele foi “totalmente abandonada” pelo Governo do Estado.

Ele fotografou caixas e mais caixas e documentos amontoados numa sala do Espaço Cultural, sem os cuidados de um arquivista profissional.

“Toda a documentação está sendo perdida diariamente pela falta de apoio administrativo e financeiro”, adverte, lembrando que se trata de um acervo riquíssimo, com peças datadas do século XVIII que dizem muito da história da Paraíba, da formação cultural de um povo e seus expoentes.

“Infelizmente, já tentamos por várias vezes sensibilizar o governo, mas eles não estão nem aí pra isso. Espero que vocês possam fazer uma visita e testemunhar a precaridade do Espaço, que poderia ser utilizado tanto na educação quanto na cultura”, declarou.

Sem resposta

O blog solicitou desde ontem (26) à Fundação Espaço Cultural (Funesc) esclarecimentos sobre o estado de abandono e deterioração dos documentos do arquivo Waldemar Duarte. A solicitação foi feita através de canal institucional de contato disponível na página oficial da entidade na Internet. Não houve resposta até 18h desta quinta-feira (27).

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *