Campina abre campanha de valorização dos alimentos orgânicos

Feira Orgânica no largo do Museu da Estação, em Campina Grande (Foto: Ascom)

Sob organização da EcoBorborema, entidade que reúne agricultores feirantes que cultivam seus produtos dentro dos princípios e métodos da agroecologia, foi aberta hoje (29) em Campina Grande a edição 2017 Campanha de Valorização dos Alimentos Orgânicos.

A abertura foi realizada às 8h na Praça da Bandeira, com apresentações até meio dia de teatro, declamação de cordel e distribuição de mudas e hortaliças. As atividades terão sequência na quarta-feira (31), com novidades para agricultores e visitantes da Feira Orgânica do Museu do Algodão, na Estação Velha.

No local, a partir das 6h, será oferecido café da manhã aos consumidores ao som de um trio de forró pé-de-serra. Através de um carro de som, os presentes receberão ainda mensagens sobre alimentos livres de agrotóxicos e transgênicos, falas das lideranças e material impresso com informações sobre o assunto.

Para a sexta-feira (2/6) está programada uma visita a campos de produção de orgânicos no município de Boqueirão, território de atuação Coletivo ASA Cariri Oriental – Casaco. Serão visitados os sítios São Bento e Rodeamor.

A Campanha de Valorização dos Alimentos Orgânicos foi criada em 2005 pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A campanha deste ano será estendida na Paraíba até o dia 4 de junho próximo, tendo à frente as  Comissões Estaduais de Produção Orgânica (CPOrg).

Em Campina Grande e região, a Campanha tem o suporte da EcoBorborema e do Núcleo de Extensão Rural em Agroecologia da Universidade Estadual da Paraíba (NE-UEPB), em articulação com 14 sindicais de trabalhadores rurais.

  • Com informações e texto de Áurea Olímpia Figueiredo Rêgo, Assessora de Comunicação da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *