Um pedestre é morto a cada quatro dias na Paraíba

Idoso foi atropelado e morto, na faixa de pedestre da Rua Maria Rosa, em Manaíra (Imagem: TV Cabo Branco)

Na última semana, morte de idoso em faixa de pedestre na Capital causou revolta. Infelizmente, tragédias como essa se tornaram comuns

A cada quatro dias um pedestre morre atropelado nas estradas e vias urbanas da Paraíba. O que falta para reduzir acidentes: mais atenção do pedestre, mais respeito do condutor ou infraestrutura viária? As três alternativas estão corretas, mas para o superintendente de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob), Carlos Batinga, o condutor é o maior responsável.

“Os acidentes com pedestres ocorrem, principalmente, por desrespeito dos motoristas. No trânsito, o mais forte tem que proteger o mais fraco e o mais fraco é o pedestre. Os condutores precisam respeitar os pedestres, mesmo que eles estejam errados”, lembrou, completando que não é isso que mais se vê, nas ruas.

Faixas apagadas

O atropelamento e morte do aposentado Walberto Cardoso, 66 anos, aconteceu na noite da segunda-feira (22), numa faixa de pedestre da Rua Maria Rosa, em Manaíra. A imprensa repercutiu a tragédia, mostrando que a faixa estava apagada. Batinga reconhece que a pintura está desgastada, mas diz que o motociclista que atropelou o pedestre estava totalmente errado.

“Ele trafegava à noite com o farol apagado e numa velocidade incompatível para aquele trecho. É tanto que observamos as imagens e vimos que um carro que também trafegava na via, parou. A faixa está desgastada, apesar de ter sido pintada no ano passado, mas a culpa, sem dúvida, nesse acidente, foi do condutor”, concluiu Batinga.

O condutor da motocicleta que atropelou e matou o idoso apresentou ontem (26) à polícia e disse que trafegava em baixa velocidade. O caso continua sob investigação.

Campanhas educativas

O blog perguntou ao superintendente da Semob se ele achava que os órgãos de trânsito estavam fazendo tudo o que é possível para educar pedestres e condutores e evitar acidentes.

“É difícil dizer que se está fazendo tudo. Na gestão municipal do trânsito, estamos fazendo o esforço possível, dentro das condições e recursos disponíveis. Além dessa campanha do Maio Amarelo, temos ações permanentes e sistemáticas”, garantiu Batinga.

Ele também destacou que a Semob está investindo em tecnologia, com a implantação e monitoramento de 67 câmeras nos principais corredores, em pouco mais de um ano, por exemplo. Batinga também assegurou que a repintura das faixas de pedestres é prioridade.

  • Andréa Batista, jornalista/produtora de conteúdo freelancer

Comente Um pedestre é morto a cada quatro dias na Paraíba

  1. Esses motorista são mesmo desastrados não respeitam os pedestres aqui em duque de cáxias e a mesma coisa.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *