Prefeitura garante que não vai utilizar dinheiro de educação e saúde para pagar buffet e decoração

Cajazeirinhas (Foto: Cidades Brasil)

Através de seu secretário de Planejamento, Geraldo Cezário, a Prefeitura de Cajazeirinhas garantiu que não usa nem vai usar dinheiro da educação e da saúde para pagar serviços de buffet, decoração e ornamentação. No final da manhã desta quinta-feira (22), ele manteve contato com o blog para esclarecer sobre contrato de R$ 172 mil celebrado com aquele objetivo, conforme extrato publicado no Diário Oficial do Estado na quinta-feira (18).

Cezário explicou que o valor é uma estimativa de despesa, não significa que a Prefeitura pretenda ou seja obrigada a gastar toda a quantia especificada na publicação no DOE. Admitiu, de outro lado, que houve equívoco ao relacionar dotações do Fundeb e do SUS entre os recursos alocados para dar suporte a gastos dessa natureza. “Mas não estamos tirando nem vamos tirar dinheiro da educação ou da saúde, como disse o professor que lhe passou tais informações”, acrescentou o secretário.

Geraldo Cezário disse ainda que o blog se precipitou e não teve paciência em aguardar as explicações necessárias sobre o contrato celebrado com Maria do Carmo Pereira Santana. Fez restrições ainda ao título inicial da matéria – ‘Prefeitura usa dinheiro de educação e saúde para pagar buffet e decoração’ – porque, reforçou, “ainda não foi realizado qualquer evento com base nesse contrato”.

Segundo o texto publicado às 8h59 de hoje sobre o assunto, chama a atenção nessa história o fato de pelo menos 40% da verba reservada para pagar aquele tipo de despesa pertencerem ao Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica) e o restante ser dividido entre o SUS (Sistema Único de Saúde) e recursos próprios do município, conforme se pode ver no extrato reproduzido abaixo.

Ao secretário foi explicado que os esclarecimentos por ele prestados foram solicitados anteriormente ao prefeito Francisco de Assis Rodrigues de Lima (PSB), que se recusou a dar qualquer informação por telefone ou por e-mail, comunicando que apenas o faria presencialmente na sua cidade, que dista 409 km de João Pessoa.

  • Matéria retificada e atualizada às 12h17

 

16 Comente Prefeitura garante que não vai utilizar dinheiro de educação e saúde para pagar buffet e decoração

  1. Newton Mota Disse:

    Rubão, estamos tendo aulas magnânimas, todos os dias, sobre corrupção. São mais de cinco mil prefeituras espalhadas por esse Brasil. São mais de cinco mil prefeitos, verdadeiramente aprendizes de ladravaz, ressalvadas as raríssimas exceções. Se a lava jato chegasse aos estados e municípios, não ficaria pedra sobre pedra. Esta aí o nefasto exemplo de Cajazeirinhas, lugar que foi alçado a condição de cidade sabe lá Deus, como e porquê (!?). Esses lugarejos vivem do FPM, sem que tenham qualquer participação no desenvolvimento economico do Estado, mas tem gente incauta e analfabeta que vota( a maioria). Famílias inteiras se apropriam do lugar, e dele fazem o que querem e o que bem entendem. É o meio de vida.

    • Newton Mota Disse:

      ISSO É CASO DE POLÍCIA (!?). PEGA LAAAAAAAAAAAAAAAADRÃO !!!

    • J.MILTON Disse:

      Caro Newton Mota, o município de Cajazeirinhas com distância de mais 400 km da capital João Pessoa. Cajazeirinhas na época que era distrito diante das diversas dificuldades enfrentadas pelos seus habitantes, se iniciou um movimento liderando pelo Senhor Jânio Pereira, o objetivo do movimento transformar o distrito em cidade e assim dar condições dignas aos seus habitantes, foi exatamente no dia 29 de abril de 1994, através da Lei Estadual de nº 5895, o distrito se passou a cidade de Cajazeirinhas, hoje com 3.033 habitantes.

      Cajazeirinhas tem sua história traçado por suas características culturais, uma terra de um povo humilde e trabalhador. Ao me reportar ao Governo Municipal atual, te asseguro que à conduta administrativa do prefeito é zelar pela coisa pública, de forma transparente e efetiva. Nossa querida cidade de Cajazeirinhas no qual tenho orgulha de habitar está de braços abertos para receber você ou qualquer outro cidadão de bem.

      • Newton Mota Disse:

        Caro Miltom, com todo o respeito que devo ter-lhe, você há de convir que o povo de Cajazeirinhas não merece isso. Conheço sua terra sim !
        Retirar recurso da educação e da saúde para encher barriga de apaniguados, confraternizar-se com o dinheiro público !? Essa é a conduta “honesta” que você defende(!?) Esse é o zelo que o gestor da tua cidade tem para com a coisa pública !? Não respeitar o teu povo, povo humilde e trabalhador – como dissestes, e promover festas com dinheiro público, não te sensibilizou (!?).
        Santo Deus, OH tempus! OH costumes!

        • J.MILTON Disse:

          Caro “Newton Mota”, o que me enternece é Vossa Senhoria se paliar por trás de nome hipotético para fazer delações obscuras e fomentar seu ego perfídia. Plangente teus atos.

  2. José Gilvam Oliveira da silva Disse:

    Bom, eu sou professor da referida cidade e acho que para a informação ficar completa deveria-se publicar o nome do professor, pois como se sabe a cidade é pequena e a não informação gera mal-estar entre todos professores da rede ou então não tivesse falado que a informação partiu de um professor.

    • Rubens Nobrega Disse:

      Caro Professor, o sigilo da fonte é assegurado por nossa Constituição. Entendo a sua preocupação, mas tenho o direito e – principalmente – o dever de proteger minha fonte. Garanto-lhe, contudo, que não se trata de um professor da sua cidade, mas de um docente de instituição superior de ensino de João Pessoa.

    • Newton Mota Disse:

      Professor, sua preocupação é muiiiiiiiito pequena. Junte seus alunos, dê-lhe aulas esclarecendo-lhes o que é corrupção e roubalheira, principalmente do erário público. junte gente e procure o ministério público, denuncie. Somente a educação transforma.

  3. Denunciante Disse:

    Nessa cidade tem de tudo, funcionários fantasmas, nepotismo filhos e esposa do prefeito em cargo comissionados, empresas de fachadas, locação de imóvel superfaturados, preços que jamais praticado nem em cidades maiores como Pombal e outras, e o mais agravante locada de funcionário da prefeitura aliado ao prefeito, acumulação indevida de cargos e por ai vai!!

    • Newton Mota Disse:

      Se verdadeira a denúncia O REMÉDIO É MINISTÉRIO PÚBLICO E POLÍCIA !
      Ao que nos perece ressalvando as exceções raríssimas, se cobrir Cajazeirinhas vira circo e se cercar vira cadeia.

      • Newton Mota Disse:

        Erro de digitação. Retificando:
        Se verdadeira a denúncia O REMÉDIO É MINISTÉRIO PÚBLICO E POLÍCIA !
        Ao que nos PARECE ressalvando as exceções raríssimas, se cobrir Cajazeirinhas vira circo e se cercar vira cadeia.

  4. Newton Mota Disse:

    Rubão, isso é caso grave, trazido a público pelo gestor público(O DR.PREFEITO) mediante publicação em diário oficial, de grande circulação. É caso de Polícia Federal e Ministério Público Federal, porquanto os recursos são verbas federais. Acorda povo de Cajazeirinhas. O gestor (O Dr. Prefeito) anunciou o que poderá acontecer ou vai acontecer com os cofres públicos. É dinheiro nosso, meu e seu. Acorda Povo, o Rei avisou que poderá fazer (não fez ainda) ou vai fazer festa com dinheiro Público !

  5. Roberto Alvez Disse:

    Tinha que ser alguém do PSB para variar.

  6. J.MILTON Disse:

    O Governo Municipal da cidade Cajazeirinhas, respeita o papel da imprensa e a conduta dos seus bons profissionais que zela pela informação verdadeira. Assim como também reconhece o relevante trabalho que a imprensa tem prestado a sociedade quando é feito de forma ética e construtiva, por vezes a imprensa já foi chamada de “o quarto poder”, “a voz dos sem vozes”, pois bem, para ser digna desse título acredita-se que deve ter muita responsabilidade. Pois o bom profissional escuta todos os lados da notícia de forma imparcial, para que informação chegue ao cidadão ou cidadã sem fugir uma vírgula do seu significado objetivo, A VERDADE! Assim sendo o Governo Municipal de Cajazeirinhas repudia o perfil displicente de alguns meios de comunicação e profissionais que descuidam de não averiguarem suas fontes e assim repassar ao público de forma equivocada e destrutiva, informações que podem prejudicar inocentes.

  7. J.MILTON Disse:

    A informação deve ser apurada com veracidade e quando se expõe uma gestão deve ter conhecimento e prova dos fatos. Hoje pela manhã (22/05/2017) ao abrir uma página na Internet de grande circulação regional observei uma notícia com argumentos de que a atual gestão tinha usado recursos destinados à educação e saúde para pagar serviços de decoração e Buffet, fato que não aconteceu. Na condição de Secretário Municipal de Finanças procuro sempre gerir e aplicar com atenção o dinheiro público conforme rege a lei. Devemos ter ética ao fazer uma reportagem e principalmente trabalhar com provas, pois valor licitado é totalmente diferente de valor pago.

    A democracia e a liberdade de expressão deve ser exercida, mas com responsabilidade e sempre com a verdade. Sem dúvidas esse fato será apurado judicialmente para que seja tudo esclarecido através da Lei, pois jamais vamos nos curvar diante de inverdades e deixar que um absurdo desse seja esquecido sem apuração real dos fatos, a nossa gestão é transparente e sempre será.

    Assinado por: KAENIO ALMEIDA PEREIRA – SECRETÁRIO DE FINANÇAS

    • Newton Mota Disse:

      Chega a ser risível. O financista raivoso esqueceu que foi a própria prefeitura que divulgou o EXTRATO DO CONTRATO no Diário Oficial do Estado. Agora Secretário, aqui prá nós outros, porque tudo(ainda não foi pago) ainda não foi cancelado (!?)
      Que sejam apuradas as responsabilidades sim, de quem licitou, de quem contratou. Está lá escrito e publicado: valor do contrato: R$ 172.200,00 – DOTAÇÃO:FUNDEB 40%, FNDE FNAS, SUS, E RECURSOS PRÓPRIOS DA PREFEITURA. E o Senhor Doutor financista sobre essa publicação absurda(EXTRATO) nada disse. Nada desmentiu. Nada ainda foi desfeito(!?). Dizer que são inverdades, chega a ser risível Secretário, pois o documento foi publicado pela própria Prefeitura da qual o Senhor é Secretário de Finanças. Dizer que valor licitado não é valor pago, é retórica para incauto e analfabeto, pois o contrato tem validade de 12 meses e a festança vai ou não acontecer(!?). Então, se não vai acontecer, porque foi licitado/contratado dessa forma e porque nada até o presente foi desfeito (!?). Que seja apurado mesmo, pois a permanecer esse absurdo, temos um bom caso para Polícia Federal apurar, juntamente com o Ministério Público Federal, pois na dotação prevista constam verbas federais.
      Secretário, já que o Senhor é o homem das contas, note, se o buffet contratado fizer uma solenidade(rega barriga) todos os meses durante o ano(teremos 12), teremos um gasto mensal de aproximadamente R$ 14.350,00 por festança, com dinheiro público. Secretário, gastar a verba pública assim, desse jeito, não afigura-se falta de respeito para com as 3.000(treis mil) pessoas, ou seja o conjunto da população inteira e pobre desse teu Município, desse lugar (!???) que necessita de assistência médica hospitalar, de médicos, necessita de mais escolas, de saneamento básico – inclusive(!!!???).
      Por fim, como o Senhor afirma que a gestão é transparente e que sempre será, então, torna pública a folha de pagamento do funcionalismo público municipal, incluindo o secretariado e seus salários, a jornada de trabalho e as diárias pagas. Publicize os gastos com gasolina e com a merenda escolar. Publicize os contratos de locação de imóveis. Publicize os importes recebidos a título de FPM, FUNDEB, etc., tudo é do interesse público. O Povo quer saber !!! ACORDA POVO DE CAJAZEIRINHAS !

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *