CMJP instala Conselho de Ética 14 anos após instituir Código

Conselho de Ética foi instalado ontem, em sessão ordinária (Foto: Ascom/CMJP)

Quase um decênio e meio depois de instituir o seu Código de Ética, a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) finalmente instalou, ontem (28), o seu Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, que funcionará com cinco titulares e cinco suplentes, escolhidos e empossados nessa terça-feira.

Por 18 votos a favor e uma abstenção (da vereadora Sandra Marrocos, do PSB), foram eleitos membros titulares do órgão os governistas Bosquinho, presidente, Eliza Virgínia (PSDB) e Thiago Lucena (PMN). A oposição ficou com a vice-presidência, confiada ao vereador Tanilson Soares (PSB), e ainda terá seu líder, Bruno Farias (PPS), atuando no Conselho.

Os suplentes: Damásio Franca Neto (PP), Pedro Alberto Coutinho (PHS) e Bispo José Luiz (PRB), pela situação, e Marcos Henriques (PT) e Humberto Pontes (PT do B), pela oposição.

Marcos Vinicius, atual presidente da Câmara, lembrou que o Conselho é resultado do empenho da gestão de Fernando Milanês na presidência da Casa, que criou o Código de Ética em 2003. Disse ainda que a instalação do Conselho dá sequência a uma série de inciativas “para dar uma maior celeridade ao processo legislativo”.

Como exemplo das iniciativas, citou a instalação de comissões especiais para revisar a Lei Orgânica do município, rever o Regimento Interno e identificar leis caducas que precisam ser revogadas ou atualizadas.

2 Comente CMJP instala Conselho de Ética 14 anos após instituir Código

  1. Newton Mota Disse:

    Ética no legislativo municipal !? É isso mesmo ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Newton Mota Disse:

    Quando se fala em ética na política, seja nos níveis, Municipal, Estadual e Federal, ETHOS ensaia vingança e a lava jato é uma delas.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *