Prefeitura da Capital anuncia reajuste de 5% para os professores

O prefeito Luciano Cartaxo anunciou na tarde de hoje (28) reajuste de 5% para os professores da rede de ensino mantida pela Prefeitura da Capital. O Sindicato dos Trabalhadores de Educação do Município de João Pessoa (Sintem-JP) informou, contudo, que vai discutir ainda nesta terça-feira se aceita ou não o índice anunciado.

A informação sobre o reajuste foi divulgada pela Prefeitura da Capital após reunião (foto) do prefeito com a secretária municipal de Educação, Edilma Ferreira, e a direção do Sintem-JP. “Com esse aumento, eles passam a receber salários 20% acima do piso nacional”, ressalta nota da Secretaria de Comunicação (Secom) da Prefeitura.

Ouvido pela rádio CBN João Pessoa, Daniel de Assis, presidente do Sintem-JP, afirmou que o percentual é apenas uma proposta, que precisa ser avaliada pela categoria. O governo municipal considera, todavia, que se trata de uma questão resolvida e de um índice definido segundo as disponibilidades orçamentárias e financeiras da Prefeitura.

“O reajuste representa um impacto de R$ 7 milhões ao ano na folha da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). O piso nacional para 30 horas semanais é de R$ 1.724,10. Além disso, a PMJP paga a todos os profissionais da educação, que vai desde a direção ao profissional de serviços gerais nas unidades de ensino, uma remuneração extra no final do ano, que é o 14º salário. A rede tem aproximadamente 4.200 professores e 63 mil alunos”, acrescenta a Secom.

Reformas

A Prefeitura lembra que está investindo também na qualidade das escolas e Centros de Referência em Educação Infantil (Creis) e relata que “durante a gestão foram reformadas 26 escolas, onde 12 passaram por climatização, e construídas três escolas”, além de 25 creches reformadas e o aumento de 12 para 19 no número de unidades de tempo integral.

5 Comente Prefeitura da Capital anuncia reajuste de 5% para os professores

  1. Oseas Disse:

    Vale acrescentar que se trata de 3% agora e 2% em outubro, sem retroativo… podemos dizer também que Ricardo Coutinho fez algo semelhante quanto reajustou as bolsas do professores… pra resumir, tudo foi bem mascarado

  2. Newton Mota Disse:

    Se propala e muito que aqui se paga o maior piso salarial do Brasil. Mas, quanto é pago mesmo ao profissional da educação !? Em verdade, um salário vergonhoso !
    5% de reposição salarial, sequer repõe a inflação real, que beirou mais de 12%. Alguém já foi ver a qualidade de vida desses profissionais !? Aonde vivem e como vivem !? É com propaganda enganosa e manipuladora, e com esmola como esta, que se cuida da educação municipal. É dessa forma, com que os nossos abnegados educadores são tratados. Ridículo !

  3. Mestre por vocação Disse:

    Por isso que a maioria dos jovens não querem seguir a carreira do magistério. Grande aumento 5% com esse reajuste e o piso nacional para 30 horas R$ 1.724.10 os professores vão poder comprar casas a beira mar e todo ano vão trocar de Ferrari. Parabéns gestores que só pensam em desviar e fazer trambiques, por esse reajuste dar pra ” perceber o quanto os senhores se preocupam com a educação e o quanto respeitam os profissionais da educação”. Lamentavelmente só resta chorar ou mudar de profissão, talvez como político as compras mencionadas tornem realidade.

    • Newton Mota Disse:

      Por isso, que há alunos saindo do ensino fundamental, sem conhecer as quatro operações matemáticas. Por isso que os dialetos estão ocupando o lugar da língua vernacular. Por isso, que os jovens, somente vão as escolas, apenas de olho na merenda. Por isso que os jovens estão cada vez mais se desinteressando pelos estudos. Por isso e por isso mesmo que não sabemos em que lugar estudam o filho do governador, do prefeito, dos vereadores, dos deputados e senadores.
      O ensino público, seja ele estadual ou municipal, é uma vergonha. Como é uma vergonha os educadores serem tratados, com desdém, e a mais completa falta de respeito. É uma vergonha os salários pagos aos educadores. Enquanto isso, na assembléia das medalhas e na câmara das medalhas os “honoráveis” se deleitam em berço esplêndido, alheios a tudo e todos, com os seus gordos, obesos subsídios.

  4. suelio Costa Disse:

    Significa dizer que o municipio de João Pessoa não tem verba para nada. Vamos ter mutirão fiscal agora em abril , o fundo de participação dos municipios , o dinheiro ja foi depositado . Sará que vai ter verba para a eleiçaõ a governador ? ou o partido vai bancar ?

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *