Relatório mostra queda no número de mortes no trânsito na Paraíba

(Foto: Ilustração/Veja)

Segundo os dados mais recentes disponíveis, de 2014, o Nordeste é a segunda região com mais óbitos no trânsito registrados em um ano. A ‘boa notícia’ é que entre todos os estados da região, apenas Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe tiveram alguma redução no número de mortos.

Os dados constam de pesquisa divulgada hoje (22) pela Ambev, em parceria com a consultoria Falconi, mostrando que naquele ano foram 13.430 vítimas fatais na região, sendo que mais da metade das mortes – 6.849 – envolveu motociclistas.

Do total de mortes, 972 ocorreram na Paraíba, que obteve uma redução de 5% nessas estatísticas em relação ao ano de 2013. O mesmo percentual foi obtido pelo Rio Grande do Norte, onde 589 morreram em acidentes de trânsito. Sergipe foi o Estado nordestino que registrou a maior queda de óbitos no período: 535 (redução de 20%).

O ‘desempenho’ regional ficou atrás apenas do Sudeste. E é no Nordeste onde se encontram três das quatro cidades com maiores índices de óbitos por 100 mil habitantes no Brasil: Presidente Dutra (MA), Sobral (CE) e Barbalha (CE).

O relatório da Ambev – intitulado “Retrato da Segurança Viária” – também mostra que entre 2003 e 2014 a frota de motocicletas no Nordeste aumentou 414%, saltando de 1,2 milhão para 6,2 milhões, representando 44% dos veículos da região.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *