Promotoria arquiva denúncia sobre servidor na campanha de Cartaxo

João Geraldo constatou improcedência da denúncia (Foto: MPPB)

João Geraldo: pela improcedência (Foto: MPPB)

A Promotoria da 77a Zona Eleitoral de João Pessoa arquivou o procedimento preparatório eleitoral 2/2016, instaurado para apurar a denúncia de que servidores municipais estariam fazendo campanha para o atual prefeito e candidato à reeleição da capital, Luciano Cartaxo (PSD), durante o horário de expediente, através do Facebook.

Conforme explicou o promotor eleitoral João Geraldo Barbosa, a Promotoria instaurou o procedimento devido ao recebimento de uma comunicação de ato de conduta vedada com pedido de investigação eleitoral.

“Notificamos o denunciante, mas ele não compareceu. Mesmo assim, fizemos as investigações. A prova colhida em relação ao alegado abuso do poder político ou do poder de autoridade, consistente em depoimentos testemunhais e na juntada aos autos de fotos e vídeos, não demonstra, de modo cabal e irrefutável, a ocorrência do relatado ilícito de abuso de poder”, informou.

O arquivamento feito no último dia 23 de setembro foi remetido ao procurador regional eleitoral da Paraíba para homologação, conforme orienta a Portaria 692/2016, do procurador-geral da República.

(da Ascom/MPPB)

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *