TCE traz maiores especialistas em previsão do clima para debater seca na Paraíba

Banner-eletrônico-Crise-hídrica-400x265

Algumas das maiores autoridades e especialistas do país em previsão e mudanças climáticas, em abastecimento e gestão dos recursos hídricos, participam em João Pessoa, nestas quinta e sexta-feira (1º e 2 de setembro), do seminário ‘A Crise Hídrica no Semiárido Paraibano’, promovido pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba. As palestras e debates acontecerão, pela manhã e à tarde, no auditório Celso Furtado do Centro Cultural Ariano Suassuna, anexo à sede do TCE-PB.

Realizado em cooperação com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Estadual da Paraíba (UEPB), o evento abre a programação de palestras e debates às 9:10h, abordando ‘As Mudanças Climáticas em seu Significado para o Desenvolvimento do Nordeste do Brasil’.

A exposição do tema será feita por Paulo Nobre, climatologista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e que foi, até ano passado, o coordenador da Rede Brasileira de Pesquisas em Mudanças Climáticas Globais – Rede Clima.

Doutor em Meteorologia pela University of Maryland, com pós-doutorado pela Columbia University – ambas universidades americanas-, hoje ele coordena o desenvolvimento do Modelo Brasileiro do Sistema Terrestre – BESM, do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

A segunda palestra, às 10h, com o tema ‘Anatomia da seca no Nordeste e previsão climática sazonal’, será ministrada por Lincoln Muniz Alves, também Doutor e pesquisador, desde 2010, do Grupo de Mudanças Climáticas do Inpe.

Com experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia, Lincoln Muniz participa atualmente de vários projetos de pesquisa com instituições brasileiras, inglesas, francesas e americanas.

Para o presidente do TCE-PB, conselheiro Arthur Cunha Lima, que abre o evento às 8:30 h, o seminário constitui uma oportunidade importante para a região nordeste, “pela possibilidade de apontar caminhos e alternativas para os principais problemas do Semiárido, a exemplo da gestão e qualidade das águas, do abastecimento, e da expectativa de chegada da água da Transposição”.

O Corregedor do TCE, conselheiro Fernando Catão – que idealizou o evento e é um dos responsáveis pelas articulações que trazem a João Pessoa os especialistas de renome nacional e internacional-, fará um resumo dos processos de Auditoria Operacional por ele coordenados nas Várzeas de Sousa e no sistema de abastecimento d’água de João Pessoa.

Durante a abertura oficial, também usarão da palavra o conselheiro Marcos Costa, que coordena a Escola de Contas do TCE – responsável pela organização do seminário no âmbito da Corte -, o assessor do Tribunal de Contas da União na Paraíba, André Delgado de Souza, e o professor Heber Pimentel Gomes, que na sexta-feira dará palestra com o tema “Adutoras Complementares: Litoral/Agreste e Monteiro/Gravatá”.

O seminário permitirá discussões, também, sobre outros assuntos importantes, como: “A Qualidade da Água Atual dos Reservatórios de Abastecimento do Estado da Paraíba”; “Gestão dos Recursos Hídricos das Bacias do Semiárido Paraibanos”; “Expectativa da Chegada da Água da Transposição aos Reservatórios do Semiárido Paraibano”; e “Soluções Alternativas ao Abastecimento da Cidade de Campina Grande”.

Também fazem parte, ainda, da mesma programação, debates sobre “Alternativa para a Não Chegada das Águas da Transposição Antes do Colapso Total da Atual Capacidade do Reservatório Epitácio Pessoa”, e “Planta de Reuso de Águas Residuárias”.

O evento permanece com as inscrições abertas ao público no portal do TCE.

Mais informações pelo telefone (83) 3208-3449.

(da Assessoria de Comunicação do TCE-PB)

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *