Violência frequente e crescente desestimula BO

furto

Por mais que os gestores da Segurança Pública da Paraíba tentem negar que a situação da violência é preocupante, o clima de insegurança só aumenta em João Pessoa. Chegamos ao ponto de comemorar quando, em um assalto, o bandido leva ‘apenas’ o celular ou o carro da vítima. Além disso, a dificuldade em encontrar uma delegacia aberta acaba sendo um motivo a mais para o cidadão, já desacreditado, não registrar o Boletim de Ocorrência (BO). Um pedaço de papel que poucos sabem o valor que tem. Assalto sem BO só existe nas redes sociais, fica fora das estatísticas. É invisível.

No sábado (30), em um salão de beleza de João Pessoa, oito clientes aguardavam a vez. O clima parecia tranquilo. Era por volta das 13h. Em época de smartphones e redes sociais, seria dispensável dizer que todos estavam com os celulares em mãos. A tranquilidade foi embora quando a cabeleireira se assustou com a aproximação de dois rapazes que caminhavam em direção à porta de vidro do estabelecimento. Todos os presentes esperavam o anúncio de assalto, mas a dupla só queria cortar o cabelo.

A partir daí a conversa foi sobre insegurança. Das 12 pessoas presentes no salão, 7 disseram ter sido assaltadas em locais diversos de João Pessoa. Das sete, apenas uma disse ter ido a uma delegacia registrar um BO. Para as demais, seria perda de tempo. Havia uma certa descrença com as leis, com o trabalho da polícia. “Não iriam recuperar meu celular, então…”, disse uma das clientes.

Outra mulher foi além. “Eu até queria registrar BO, mas as delegacias são fechadas depois de certo horário e eu teria que sair da zona sul para Manaíra, correndo o risco de ser assaltada de novo”, comentou. O fechamento de delegacias na capital – fenômeno chamado de reordenamento pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social – aconteceu em dezembro de 2013. Desde então, apenas algumas unidades ficam abertas após às 18h.

Em João Pessoa, à noite, sábados e domingos, ficam abertas apenas a Central de Flagrantes, na Central de Polícia, no Geisel; a 12ª Delegacia Distrital, em Manaíra; e a 9ª Delegacia Distrital, em Mangabeira. Segundo a Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds), também ficam de plantão as delegacias especializadas de Homicídios, Entorpecentes, Infância e Mulher. É possível ainda registrar ocorrência na Delegacia Online, em casos de furto e extravio. Espero que ninguém precise, mas se acontecer e alguém quiser tentar o serviço, clique aqui para acessar o endereço na Internet.

(por Valéria Sinésio)

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *