Psicólogo alerta: cursos de Nutrição podem estar formando anoréxicos

 

Nilton Formiga, Professor Doutor em Psicologia Social (Foto: CBN João Pessoa)

Nilton Formiga, Professor Doutor em Psicologia Social

Entrevistado nesta quarta-feira (29) no programa CBN Cotidiano, da CBN João Pessoa, o Professor Nilton Formiga, Doutor em Psicologia Social, fez um alerta surpreendente: os cursos de Nutrição podem estar formando anoréxicos, ou seja, pessoas com baixíssimo peso corporal oriundo de um transtorno psicológico caracterizado pela obsessão de emagrecer.

O alerta de Nilton baseia-se em pesquisa recém concluída e por ele coordenada que entrevistou mais de 300 alunos de diversos cursos da UFPB, onde é Professor Substituto do Departamento de Psicologia. Encerradas as entrevistas e tabuladas as respostas, após um trabalho de campo que durou cerca de três meses, os resultados em relação aos alunos de Nutrição revelaram-se “assustadores”.

Segundo o psicólogo, pelo menos 62% dos alunos de Nutrição tendem a sofrer um “alto transtorno alimentar”. “Não é estrutural”, explica, mas a tendência indica uma precocidade muito preocupante entre esses entrevistados. Nilton conta que foi aplicada na entrevista uma gradação de imagens corporais – de 1 a 9 – que vai do mais magro ao mais gordo, obeso mesmo.

Na resposta, a maioria dos estudantes de Nutrição reconheceu como corpo normal o tipo 2, ou seja, o mais magro e mais próximo do anoréxico. Nos outros cursos (ele citou Direito, Publicidade e Gastronomia) os percentuais se invertem, porque a prevalência é de alunos que formam uma imagem corporal igual ou semelhante ao que pode ser considerado um corpo normal, na média, sem se aproximar da anorexia ou da obesidade.

Nilton Formiga contou que a ideia da pesquisa nasceu de um debate em sala de aula da disciplina Avaliação Psicológica. “Um grupo de alunos se interessou pelo tema, ou seja, a imagem corporal, distúrbio alimentar”, disse. O interesse surgiu da constatação de que os padrões corporais atuais privilegiam o ‘de leve’. Daí vem o boom da comida natural, do controle de peso e práticas extremadas, como o excesso de academia que leva a uma vigorexia.

Na entrevista a Bruno Filho, âncora do CBN Cotidiano, Nilton Formiga informou ainda que o relatório contendo os resultados da pesquisa ainda será apresentado a todos os cursos, mas uma professora de Nutrição já tomou conhecimento do estudo, manifestou-se bastante preocupada e pediu cópia do documento para subsidiar debate com seus alunos. A professora, adiantou, pretende criar um programa no qual o aluno possa se refletir e buscar socorro caso seja acometido do transtorno de supervalorização do corpo nas dimensões que beiram a anorexia.

Comente Psicólogo alerta: cursos de Nutrição podem estar formando anoréxicos

  1. Alex Fragoso Disse:

    <<>>
    http://www.4dcriacao.com.br
    Serviços de qualidade e um
    atendimento diferenciado
    nossos serviços:

    *Desenvolvimento de Logotipos
    *Desenvolvimento de Sites
    *Marketing Digital
    *Impressos Gráficos
    *Artes Gráficas
    *Mascotes
    *Caricaturas

    Atendimento Whatsapp: 83 98720-6857/99911-1546

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *