Carlos Fábio consolida inserção da OAB-PB no plano nacional

Carlos Fábio, ao centro, abraçado por Lamachia (Foto reproduzida do paraiba.com.br)

Carlos Fábio, ao centro, abraçado por Lamachia (Foto reproduzida do paraiba.com.br)

Nunca antes na história da Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB) a entidade contou com tantos dirigentes e lideranças estaduais da categoria em posições de destaque nacional. Que o diga Carlos Fábio Ismael, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Paraíba (CAA/PB) e desde o dia 10 deste mês Vice-Presidente do Fundo de Integração e Desenvolvimento Assistencial dos Advogados (FIDA) na gestão 2016/2018.

Ele foi designado por ato do presidente nacional da OAB, Carlos Lamachia, que com essa nomeação transformou Carlos Fábio no que seus colegas chamam de ‘tríplice coroado’: além de vice-presidente do Fida, o paraibano é também Coordenador Nordeste e Diretor-Tesoureiro da Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados do Brasil, cargos para os quais foi nomeado ainda na gestão anterior pelo então presidente nacional Marcus Vinicius Furtado Coelho.

Além da consolidada inserção de Carlos Fábio no plano nacional, a OAB da Paraíba tem a comemorar o fato de no último dia 23 o seu Vice-Presidente, Raoni Vita, ter sido designado para integrar a Comissão Especial de Acompanhamento Legislativo que defende os interesses e projetos dos advogados de todo o país junto ao Congresso Nacional. Outro exemplo da prestígio é de Rogério Varela, eleito em 2015 conselheiro federal na eleição da OAB no Estado e desde maio deste ano presidente da Comissão Nacional do Exame de Ordem.

Edward Johnson Abrantes também ilustra o quanto a advocacia paraibana está em alta junto aos seus mais importantes órgãos de representação. É com base num parecer dele, no papel de relator de matéria aprovada pelo Conselho Federal em sessão realizada no início do mês, que a Ordem vai ao Supremo Tribunal Federal (STF) ajuizar Ação Declaratória de Constitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) em favor da legalidade da contratação de advogado pelo poder público sem necessidade de licitação.

No mesmo patamar de prestígio e liderança podem ser citadas ainda as advogadas Michele Ramalho, a primeira advogada paraibana a ocupar cargo de auditora do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e sua colega Marina Gadelha, que desde o dia 13 deste mês assumiu a presidência da Comissão Nacional do Meio Ambiente da OAB. E semana passada foi a vez de Eliana Albuquerque, presidente do Comissão da Mulher da OAB-PB, ser nomeada por Lamachia para o cargo de membro consultora da comissão Nacional da Mulher Advogada.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *