Defensor-geral de Pernambuco alerta para intervenção na Paraíba

manoel jerônimo leite netoSecretário-geral do Colégio Nacional de Defensores Públicos, do qual já foi vice-presidente, além de ser o mais jovem Defensor Público Geral do país, cargo que exerce pela segunda vez consecutiva no Estado de Pernambuco após se reeleger com mais de 94% dos votos de seus colegas, o paraibano Manoel Jerônimo Leite Neto (foto) advertiu em entrevista divulgada nesta segunda-feira (27) que o seu Estado natal pode sofrer intervenção federal se o governador Ricardo Coutinho insistir em desconhecer ou desrespeitar a autonomia da Defensoria Pública da Paraíba.

“É possível que haja ajustamento do STF por descumprimento à norma Constitucional e o governador possa inclusive sofrer intervenção, no caso de desrespeitá-la”, disse, lembrando ainda que “governador comprometido com o povo deve valorizar a Defensoria Pública, pois se defensor público trabalhar motivado passará a economizar para o Estado, através de audiências de custódia, com um trabalho forte na mediação e na conciliação, filtrando as ações que iriam ser ajuizadas no Poder Judiciário ou ainda tirando dos presídios quem não mais precisa estar lá”.

Em Pernambuco, graças a diversas ações em parceria com a Justiça, Ministério Público e OAB, Manoel Jerônimo conseguiu instalar na própria Defensoria de uma das câmaras do TJPE. Com isso, juízes comparecem à sede da instituição para homologar acordos extrajudiciais que têm desafogado e agilizado o andamento ou a solução de processos judiciais no Estado. Por essas e outras iniciativas, ano passado a Organização dos Estados Americanos (OEA) elegeu a Defensoria Pública de Pernambuco como a melhor da América Latina. Por sua vez, o Ministério da Justiça comprovou em seu Quarto Diagnóstico que a DPPE é a mais produtiva do Brasil.

Comente Defensor-geral de Pernambuco alerta para intervenção na Paraíba

  1. Eis ai, mais um orgulho para nossa querida Paraíba.
    Dr. Manoel Jerônimo Leite Neto. Meus parabéns. Meus parabéns.
    Avante, avante.

Comente

Não publicamos ofensas pessoais. O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *